Esses dias eu me peguei refletindo sobre como e quais tipos de conteúdo eu costumo consumir na Internet. 

Foi interessante perceber como a minha percepção sobre isso mudou, desde quando comecei a produzir conteúdo lá em 2012 quando criei o blog.

Hoje em dia, por exemplo, passo muito mais tempo navegando no Instagram/Stories do que visitando blogs e por isso, acabo consumindo conteúdo muito mais rapidamente e numa quantidade muito maior.

Comparado a como as coisas funcionam atualmente nas redes sociais, o processo de visitar blogs, consumir um conteúdo em texto, parar para comentar… me parece praticamente, um ritual !

Eu ainda acho isso algo muito gostoso de se fazer, mas para que essa troca aconteça é preciso ter muito mais dedicação, além de demandar um tempo maior (coisa que ou as pessoas não podem, ou não querem fazer).

O quão mais fácil é rolar o feed infinitamente, muitas vezes, nem me dando ao trabalho de curtir (preguiça), só parando quando algo muito (muito) interessante chama a minha atenção.

Produtores de conteúdo na Internet Dai Castro

Sobre repensar a minha presença na Internet como criadora de conteúdo

Eu acho um privilégio enorme poder compartilhar conteúdo na Internet, mas incontáveis vezes eu já passei por períodos de falta de motivação para continuar. 

Já identifiquei inúmeras causas e dessa vez, o problema era o conteúdo. Eu não conseguia ter vontade de continuar produzindo da maneira com que estava fazendo anteriormente, me faltava o entusiasmo, e era essencialmente isso que sempre me impulsionou para agir / criar. 

Eu me pegava pensando:

Continuo gostando das mesmas coisas, mas porque não estou animada para compartilhar como antes?

A resposta veio depois de um pouco de reflexão. Me faltava assumir que eu estava mudando e com isso, o meu jeito de consumir e produzir conteúdo também estavam passando por transformações.

Eu comecei a me analisar, a tentar entender os meus processos criativos, além de procurar desapegar de alguns conceitos que me limitava bastante.

ilustrações por Maori Sakai

O primeiro passo foi atribuir um novo propósito a minha conta (mais ou menos pessoal) no Instagram, um ajuste de percurso, para que eu pudesse falar mais das coisas que fazem sentido para mim nesse momento, assuntos que me deixa empolgada para estudar e compartilhar, gerando também, conteúdo de valor.

O mesmo vale aqui para o blog, há tempos gostaria de fazer um conteúdo especial, talvez um pouco mais denso que o usual sobre determinados assuntos (como, por exemplo, alguns livros clássicos que li recentemente), mas no final, a ideia sempre acabava “ficando para depois” por pensar que “ninguém iria ler um texto tão grande”.

Acho que entendi que não serão todos os leitores interessados em chegar as últimas linhas de certos conteúdos, porém, isso não pode funcionar como um empecilho que irá minar o meu entusiasmo de falar mais profundamente sobre o que acho necessário no momento. Acho que é uma mudança de perspectiva e também o abandono de algumas expectativas.

Acho que o nome dessa nova fase (se assim pudesse nomeá-la) seria criatividade e toda essa conversa de autoexpressão que tanto vem me atraindo ultimamente.

Espero proporcionar conteúdo que agregue lá no meu Ig, que ajude em algo, principalmente para quem já produz conteúdo lindo nas redes sociais. Aqui no blog quero estar muito mais presente também, sem prometer uma frequência x ou y, mas recuperar a leveza de estar por aqui, coisa que não rolava há algum tempo.

Acho que tudo isso tem a ver com repensar a minha presença online. Frequentar as redes sociais só por frequentar não é uma opção para mim.

Considero que produzir conteúdo por lá é um porquê significativamente importante para estar presente em uma rede social que pode ser tão tóxica se o nosso foco não estiver voltado na direção certa.

Ter um objetivo seja o de produzir conteúdo, divulgar a sua marca, aprender ou simplesmente se inspirar são direcionamentos importantes e pode nos ajudar a minimizar a passividade de só acompanhar “todas as coisas legais que os outros estão fazendo em suas vidas perfeitas e eu não!”.

Enfim, é tempo de mudanças e vocês estão sempre convidados a virem comigo nessa

4 Comments

  1. Responder

    Babi Bueno

    16 de outubro de 2019

    Oi Dai.
    Eu te entendo perfeitamente ,mesmo nossas decisões terem sido diferentes como você já sabe ,também fiz um balanço no que estava me desmotivando ou se tornando tóxico para mim em relação ao conteúdo na internet e por enquanto estou satisfeita com minhas decisões.Estou bem mais produtiva no blog e tenho até alguns projetos em vista para o futuro que eu não sei se um dia vai sair do papel.
    E acredito que essas novas mudanças de conteúdo aqui no seu blog e no Instagram te deixem casa vez mais animada com seus projetos.

    Beijos

    https://mundinhoquaseperfeito.blogspot.com

    • Responder

      Dai Castro

      16 de outubro de 2019

      Oi Babi :)
      Sim, mudanças são necessárias as vezes e sinto muito mais motivação agora também. Aliás, torcendo muito para que os seus projetos saiam do papel <3
      Beijos

  2. Responder

    Cássia Regina Vannucchi Vicentin

    17 de outubro de 2019

    Dai!
    Vez ou outra eu também me pego pensando sobre isso. Mas só queria dizer que adoro seus conteúdos (independente da plataforma) e que sempre vou te acompanhar! Beijos e boa sorte nessa nova fase <3

    • Responder

      Dai Castro

      18 de outubro de 2019

      AHHH obrigada pelo apoio e por você estar sempre por aqui <3
      A gente precisa passar por renovações, né?
      Assim a gente se mantém inspirada sempre.
      Beijos

LEAVE A COMMENT