Resenha Dupla: Os Pequenos Homens Livres e Um Chapéu Cheio de Céu de Terry Pratchett

Os Pequenos Homens Livres e Um Chapéu Cheio de Céu de Terry Pretchet

Fantasia é um dos meus gêneros literários favoritos! Ser transportada para universos cheios de criaturas fantásticas é, sem dúvida, uma experiência e tanto!

Os Pequenos Homens Livres e Um Chapéu Cheio de Céu fazem parte da série Tiffany Dolorida publicado pela editora Bertrand Brasil. Terry Pratchett é o escritor Inglês que mais vendeu livros na década de 90. Grande parte de seus romances passa-se no Discworld, um universo fantástico criado pelo autor. Esse é o primeiro contato que tenho com o seu trabalho e estou simplesmente apaixonada por sua escrita, personagens e humor.

No livro de introdução Os Pequenos Homens Livres conhecemos Tiffany Dolorida, uma futura bruxinha de 9 anos de idade, que vive na fazenda com seus pais na terra do Giz. Quando o seu irmãozinho mais novo (e grudento) é raptado pela terrível Rainha das Fadas, a corajosa garota embarca na maior aventura de sua vida, armada apenas, com uma frigideira!

Os Pequenos Homens Livres e Um Chapéu Cheio de Céu de Terry Pretchet

Nessa aventura, o mundo dos sonhos e a realidade acaba se misturando bastante e o maior perigo é que pesadelos terríveis estão colocando todo o equilíbrio em risco. Além de contar com a ajuda de um sapo falante, Tiffany também tem a companhia de um clã inteiro de pequenos homenzinhos azuis e briguentos: Os Mac Nac Feegle. É impressionante a dinâmica que esse povo pequenino dá a história, me diverti bastante ao conhecer as suas peculiaridades!

A Tiffany é uma das personagens mais carismáticas que já vi. Ela é bem madura para a sua idade e simplesmente adoro a sua linha de raciocínio. Outro ponto bem legal são os flashback do livro, que nos conta um pouco da jornada da Vovó Dolorida, suas ovelhas e o seu inseparável pacote de tabaco do marujo feliz!

Os Pequenos Homens Livres e Um Chapéu Cheio de Céu de Terry Pretchet

Nem preciso dizer que fiquei super empolgada para iniciar logo o segundo livro, né? Um Chapéu Cheio de Céu passa-se dois anos após os acontecimentos anteriores. Tiffany então, deixa a sua vida nas colinas para trás, para se tornar aprendiz de uma bruxa experiente. O que ela não imaginava é que uma criatura sem corpo, capaz de possuir a mente de uma pessoa estava em seu encalço.

Essa continuação se mostrou ainda melhor que o seu antecessor. Percebemos um desenvolvimento da personalidade da protagonista que passa a conhecer como, de fato, é a rotina de uma bruxa e que o grande segredo está, justamente, em não usar magia para qualquer coisa.

Os Pequenos Homens Livres e Um Chapéu Cheio de Céu de Terry Pretchet

Os Pequenos Homens Livres e Um Chapéu Cheio de Céu de Terry Pretchet

Apesar de ser uma obra de fantasia eu consegui me identificar com muitas atitudes e pensamentos da Tiffany Dolorida. Ela demonstra medos e inseguranças, o que a torna muito humana e não uma personagem infalível.

A leitura é super tranquila e flui super bem. Terry Pratchett tem um jeito bem irreverente de escrever, sem contar o sarcasmo da escrita. Espero que a Bertrand Brasil possa trazer novos livros dessa série ainda esse ano, com certeza vou acompanhar! :)

Vocês já conheciam essa série? Gostaram da resenha do livro? Beijos e até mais!

[Esse livro foi enviado pelo Grupo Editorial Record]Classificação do livro: 5 estrelas

Leia Também

10 Comment

  1. Oi Dai,

    Já tinha visto sobre estes livros antes, mas estava adiando lê-los porque achei que eles poderiam ser meio bobinhos. Porém, lendo sua resenha dupla, fiquei muito curiosa para saber mais sobre a Tiffany, pois pareceu realmente ser uma personagem muito cativante.

    Conheço o trabalho do Prachett por causa da HQ de Discworld e por causa de “Belas Maldições”, que ele escreveu com o Neil Gaiman. Acho que vou adicionar estes livros na minha lista de to-read.

    Beijos,
    Ruh Dias
    perplexidadesilencio.blogspot.com

    1. Dai Castro says: Responder

      Não é bobinho, não! O humor sarcástico do autor deixa tudo bem interessante, sem falar dos personagens em si. Não conheço essa HQ, mas já estou animada para conhecer :) Beijos!

  2. Eu fiquei doida por esses livrinhos aquele dia do evento mas ainda não tive a oportunidade de ler. Mas vou colocar na lista porque parece ser bem fofinho. *O*
    E eu adoro livros que são meio sarcásticos assim, haha.

    Beijos!

    1. Dai Castro says: Responder

      Eu também Bia *-* Fiquei super animada de poder solicitá-los, no evento fiquei muito curiosa para conhecer :)

  3. Eu adoro livros de fantasia também, é tão bom ser transportada para outros mundos sem nem mesmo sair do quarto, né?!
    E gosto muito dessas fantasias bem diferentes e “viajadas” como parece ser essa criada pelo Terry Pratchett. E um ponto super positivo pra mim foi o fato de você ter falado que gostou muito da Tiffany e que ela é madura para a sua idade. Às vezes fico um pouco de receio de ler livros com protagonistas crianças.
    Gostei muito da resenha e agora tô super curiosa para ler :)

    Beijos!

    1. Dai Castro says: Responder

      Tenho por mim que você vai se apaixonar pela Tiffany hahaha <3 A fantasia é bem viajada mesmo, mas é um universo muito interessante de explorar e conhecer haha Beijos!

  4. adorei suas fotos e essas indicações de livros, gostei mt!

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    1. Dai Castro says: Responder

      Que bom ^^

  5. Eu sou apaixonada por fantasia também. Sua resenha ficou muito legal e me deixou com vontade de ler os dois. Vou colocar na listinha, porque sabe né? ela nunca para de crescer.
    E as capas são maravilhosas, tão fotogênicas…

    1. Dai Castro says: Responder

      Sim! Eu também adorei as capas e devo de concordar que a minha lista de leitura tbm nao para de crescer :D

Deixe uma resposta