Resenha do Livro: Bom Dia, Verônica de Andrea Killmore

Resenha de Livro Bom dia, Verônica de Andrea Killmore Darkside Books

Lançado recentemente pela Darkside Books Bom Dia, Verônica já começa a nos intrigar pela sua autora. Andrea Killmore vive no anonimato e permanece um mistério inclusive para a Editora, todo o contato é feito através de advogados. Tudo o que sabemos é que ela foi um membro importante da polícia, mas viu-se obrigada a assumir uma nova identidade, assim, nascia uma nova escritora brasileira, que descobriu na literatura a sua principal arma contra a depressão.

Esse romance policial se passa na cidade de São Paulo e aborda, principalmente a violência contra as mulheres, de uma maneira intensa e muitas vezes brutal, Bom dia Verônica, proporciona uma leitura pesada, nos prende aos mistérios e nos choca de diversas maneiras.

Esse livro me despertou uma atenção especial quando chegou aqui em casa. Ele veio em uma caixinha personalizada com meu nome. Fique com muita curiosidade para descobrir o que aquela espécie de caixa de madeira significava na história, mas já tinha o pressentimento de que não seria algo muito agradável: dito e feito! Estava certa!

Resenha de Livro Bom dia, Verônica de Andrea Killmore Darkside Books

Era o primeiro dia do fim da minha vida. Claro que eu não sabia disso quando abri os olhos pela manhã e vi que estava atrasada.

Resenha de Livro Bom dia, Verônica de Andrea Killmore Darkside Books

Grande parte do livro é contado pelo ponto de vista de Verônica, uma secretária do DHPP de São Paulo. Desmotivada com o serviço burocrático que desempenha todos os dias, ela vê uma oportunidade de mudança em sua carreira quando presencia um suicídio de uma vítima de estelionato e decide iniciar uma investigação particular, buscando além de reconhecimento, fazer justiça!

O que ela não imaginava, é que um outro caso de grande complexidade iria chegar até ela na mesma ocasião. Janete, ao ver uma rápida aparição da policial na tv, sente-se segura para lhe revelar um segredo que lhe atormenta a tempos: seu marido é um assassino em série de mulheres e não tardará a matá-la.

Resenha de Livro Bom dia, Verônica de Andrea Killmore Darkside Books

Sem enxergar nada e ouvindo os sons assustadores, sua fantasia fica solta, sem rédeas, tatuando feridas na memória como fogo em pele de criança.

Resenha de Livro Bom dia, Verônica de Andrea Killmore Darkside Books

Com duas bombas em mãos, Verônica tenta conciliar a sua vida familiar que começa a sentir os reflexos de sua crescente ausência, e as suas escapulidas do trabalho, apoiada em desculpas cada vez menos convincentes.

Para mim foi um pouco difícil entender a lógica da investigação da policial. A sua aparente coragem de assumir dois casos complexos sozinha, acabou se transformando em uma irresponsabilidade sem tamanho colocando a sua própria vida em risco e a das vítimas envolvidas.

Resenha de Livro Bom dia, Verônica de Andrea Killmore Darkside Books

Não chorei as dores do mundo, mas minhas dores já eram suficientes para me inundar por completo.

Os dois casos são bem chocantes e cruéis. O teor da leitura é bem pesado envolve rapto de mulheres, tortura física e psicológica, assassinatos, rituais macabros e até mesmo necrofilia. A autora não poupa detalhes, o que nos faz nos sentir na pele das vítimas, compartilhando todos esses horrores. Confesso que esse foi um dos livros que mais me causou uma sensação de agonia, mas acho que esse desconforto era proposital. Justamente por isso, Bom dia, Verônica é uma leitura que deve ser digerida aos poucos.

Resenha de Livro Bom dia, Verônica de Andrea Killmore Darkside BooksAcho bem legal esse cuidado que a Darkside tem ao enviar os livros! Sempre nos surpreendemos com alguma surpresinha :)

Verônica e Janete, os dois pilares dessa história, são duas personagens bem complexas, ora conseguimos entender os seus medos e as suas decisões, ora mal conseguimos acreditar nas atitudes que decidiram tomar. O desfecho de ambas são bem intensos e confesso que esperava algo completamente diferente e fiquei um pouco decepcionada.

Bom dia, Verônica é um livro super recomendado para os fãs de um bom romance policial daquele de arrepiar até o último pelinho da nuca. Mas, se você não está acostumado a leituras intensas e cheias de sangue vá preparado e depois não diga que eu não avisei!

Vocês já conheciam? Se interessam por esse tipo de livro? Até mais pessoal!

Título: Bom Dia, Verônica | ISBN: 9788594540171 | Ano: 2016 | Especificações: 256 páginas | Editora: Darkside Books | Comprar: Amazon

Classificação do livro: 3 estrelas[Esse livro foi enviado pela Darkside Books]

Leia Também

10 Comment

  1. Nossa mulher! Acho que fiquei mais impressionada é pelo fato da autora ser desconhecida… MAS COMO ASSIM MINHA GENTE!?
    E que livro hein! Esses últimos meses a Darkside só lançou bomba! Já vou colocar na wishlist ele também.
    HAZOU NAS FOTOS <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Sim, o livro é uma bomba! hahaha Beijos!!

  2. Ainda não tinha visto detalhes desse livro e parece ser bom, misterioso e um pouco assustador!
    ótima resenha, fiquei interessada para ler!

    1. Dai Castro says: Responder

      É um livro bem tenso Iza! Espero que goste! Beijos!

  3. Credo meu deus! Quando vi este livro nos lançamento da Darkside fiquei super curiosa por ser brasileiro mas Dai que agoonia, quero ler mais não. credo. Fico aflita com estes casos de violência contra mulheres, ainda bem quando o livro conta isso em detalhes o.o

    1. Dai Castro says: Responder

      Dá bastante agonia mesmo Ste, mas acho que faz parte da experiência de leitura desse livro. Realmente, não é para todos hahaha Beijos!

  4. Eu finalizei este livro no domingo e me surpreendi bastante do começo ao fim. Algumas partes do livro me deram agonia demais e fiquei por bastante tempo pensando o quão horrível deve ser passar por uma experiência desta e que a violência contra a mulher acontece com MUITA frequência no mundo :/
    Amei demais sua resenha, super completa e com fotos maravilhosas <3
    Beijos.

    1. Dai Castro says: Responder

      Esse livro me causou essa mesma sensação! É realmente muito triste pensar que essa pode ser a realidade de muitas mulheres mundo afora :/

  5. Que inusitado nem mesmo a editora conhecer a autora :o :o :o Acho que nunca tinha ouvido falar de um caso assim.
    Tinha visto a capa desse livro circulando por aí, mas não tinha parado para ver do que se tratava.
    Eu gosto bastante de romances policiais, mas o último que eu li que foi pesado desse jeito me deixou traumatizada por um tempo. Até hoje às vezes me pego pensando em alguma cena. Então não sei se tão logo devo pegar outro pra ler. Mas deixarei como um talvez, porque fiquei interessada :)
    E tô curiosa para saber sobre a caixinha. De fato não parece ser algo agradável.

    Beijos Dai!

    1. Dai Castro says: Responder

      É bem pesado mesmo viu, Ju! Eu também fiquei com algumas cenas na cabeça e não são cenas agradáveis. É uma leitura pesada, mas uma boa opção de romance policial! Beijos!! :)

Deixe uma resposta