Resenha do Livro: O Canto Mais Escuro da Floresta de Holly Black

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

Esses dias a Galera Record me surpreendeu com uma caixinha cheia de folhas secas e pétalas  perfumadas,  um vidro de essência e um exemplar do livro O Canto Mais Escuro da Floresta de Holly Black!

Eu não tinha noção de que um livro com cheirinho de natureza iria me ajudar no processo de imersão na história, foi praticamente como ler utilizando outros de nossos sentidos, além da visão, também o olfato e assim embarquei com os irmãos Ben e Hazel Evans, para dentro da misteriosa Fairfold uma pequena cidade onde a vida de humanos e fadas sempre acabam se cruzando.

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

A comida era mais gostosa em Fairfold, as pessoas diziam, porque era temperada com feitiços. Os sonhos eram mais vívidos. Os artistas mais inspirados, e seus trabalhos, mais belos. As pessoas se apaixonavam mais profundamente, a música era mais agradável e as ideias vinham com mais frequência do que em outros lugares.

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

O Canto Mais Escuro da Floresta | Galera Record

Fairfold me despertou bastante encantamento desde as suas primeiras descrições. Trata-se de uma cidadezinha bem pequena e intimista, totalmente cercada por uma floresta na qual, vive o Povo, seres da natureza que até então viviam de maneira pacífica com os moradores locais.

O mesmo não podemos dizer sobre os turistas. Todos os anos pessoas de outras regiões iam a Fairfold atraídas pela magia do lugar e muitos deles desapareciam sem deixar rastros.

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

Ao fim de um caminho na floresta, depois de um riacho e de um tronco oco cheio de tatuzinhos-de-jardim e cupins, havia um caixão de vidro. Deitava-se sobre o chão e dentro dormia um menino que tinha chifres na cabeça e orelhas pontiagudas como facas.

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

Esse “padrão” de comportamento começa a mudar e coisas estranhas passam a acontecer, quando um garoto de chifres e orelhas pontudas que estivera adormecido durante décadas em um caixão de vidro, aparentemente indestrutível, simplesmente acorda.

E assim, a principal atração de Fairfold desaparece e Hazel e Ben precisam lidar com as consequências de terem passado anos e anos conversando com o menino no caixão, confidenciando o seus segredos mais profundos e inventando histórias de como iriam um dia resgatá-lo de seu sono profundo.

Holly Black: Consagrada autora de livros de fantasia para jovens

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

A escrita de Holly Black é bastante envolvente. É legal observar o amadurecimento dos personagens em meio a uma história de muita fantasia. Além de todos os enigmas que o menino no caixão de vidro e outros seres da floresta trazem a história, também acompanhamos alguns dilemas da adolescência, pelos quais, grande parte dos personagens estão passando. Sem contar na relação da Hazel com seu irmão Ben, achei  dinâmica entre eles bem legal.

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

O senso de justiça de uma criança às vezes pode ser cruel e absoluto. Uma criança pode matar monstros e encher-se de orgulho. Mesmo uma menina que leva as aranhas para fora em vez de matá-las; que uma vez alimentara um filhote de raposa com um conta-gotas a cada duas horas até o resgate de animais chegar… Essa mesma menina era capaz de matar e logo estar pronta para fazê-lo novamente.

Resenha de Livro O Canto mais escuro da floresta Holly Black

Apesar dos vários elementos fantásticos que fazem parte da narrativa de O canto mais escuro da Floresta, não tive problemas em visualizar a história na minha cabeça. Várias vezes tive a impressão de estar assistindo a um filme de aventura da Sessão da Tarde, mas isso não é um ponto negativo, pelo contrário, eis aqui uma pessoa que se diverte bastante com esse tipo de história! :)

A Galera Record caprichou bastante na edição do livro. Gostei da fonte do título e da ilustração de flores e borboletas presente na capa e folha de guarda. É uma obra bacana para se ter na estante principalmente para os fãs de fantasia infanto juvenil!

Ao término dessa leitura fiquei interessada em conhecer outras obras da autora, ela é cocriadora das Crônicas de Spiderwick e criou em parceria com a Cassandra Clare a série Magisterium.

Vocês já conheciam essa história? Gostaram da resenha? Até mais pessoal!

Classificação do livro: 4 estrelas

Título: O Canto Mais Escuro da Floresta | ISBN: 9788501108760 | Ano: 2017 | Especificações: 294 páginas | Editora: Galera Record

[Esse livro foi enviado pela Galera Record]

 

Leia Também

17 Comment

  1. Que livro lindo! Tenho bastante vontade de ler algo da autora, e por ela ser amiga da Cassandra Clare fico mais curiosa ainda hehe
    Adorei a citação “…Mesmo uma menina que leva as aranhas para fora em vez de matá-las; que uma vez alimentara um filhote de raposa com um conta-gotas a cada duas horas até o resgate de animais chegar… Essa mesma menina era capaz de matar e logo estar pronta para fazê-lo novamente.”, essa tal personagens me parece ser bem interessante.

    1. Dai Castro says: Responder

      Vale a pena conhecer as obras dessa autora <3 eu mesma, quero conferir outros livros dela <3

  2. Vou ser sincera: fiquei interessada nesse livro mais pela capa do que qualquer outra coisa, hahahahahaha. Achei linda, as cores estão maravilhosas, a fonte combina super bem… A história também me encantou e quero conhecer a escrita da Holly Black. Vai ser uma das minhas próximas leituras!
    Beijos
    Mari
    http://www.pequenosretalhos.com

  3. Nossa que lindo e deve ser maravilhoso você lê um livro com cheirinho!!

    Beijinhosss
    Blog Resenhas da Pâm

    1. Dai Castro says: Responder

      Sim, foi super diferente <3

  4. Eu gosto muito da escrita da Holly Black e to curiosa para ler esse livro. Não conhecia ele mas parece ser gostosinho de ler. Faz um tempão que eu não pego um livro que me prenda então talvez esse possa ser uma opção, hehe.

    ps: tô muuuuuuuuuito apaixonada por essas fotos. <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Acho que você vai curtir Bia!
      E fico feliz que tenha gostado das fotinhos <3

  5. Bianca says: Responder

    Nossa que livro lindo <3 a diagramação está tão bem feita, adorei! Adoro histórias de fantasia e sempre quis ler um livro da Holly Black agora já sei qual vai ser o primeiro livro dela que eu vou ler! Parabéns pela resenha! E a editora está de parabéns pelo cuidado com a edição da obra ^^

    http://nebulosadeflores.blogspot.com/

    1. Dai Castro says: Responder

      Obaa! Que bom que gostou :)

  6. Oi Dai, eu não sou muito fã de literatura fantástica, mas NOSSA, que livro lindinho! E que capricho desse press kit, com as folhas secas e o “cheirinho” de floresta. Fiquei encantada!

    1. Dai Castro says: Responder

      Um encanto mesmo <3

  7. Antes de ler a resenha eu tive que ficar admirando as fotos e os detalhes do livro. Realmente eles capricharam! É um livro que despertou o meu interesse <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Está linda essa edição <3

  8. Eu não conhecia essa história, mas fiquei bem interessada!
    Já faz tempo que não leio uma fantasia. E eu gosto quando acontece como você falou, que mesmo com os elementos fantásticos e totalmente diferentes da nossa realidade, conseguimos criar esse mundo na nossa cabeça.
    E acho que nunca li nada que tivesse fadas, pelo menos não com tanto destaque assim. Tô curiosa!
    O livro é lindo e suas fotos ficaram com uma atmosfera mágica, adorei <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Toda a atmosfera do livro é mágica Ju! Que bom que as fotos combinaram <3

  9. Eu me apaixonei por essa capa sem nem saber do que se tratava a história, então já viu né? hahah.
    Amei a resenha, fiquei ainda mais curiosa!

    Beijos,

    https://blogminhaorbita.blogspot.com.br/

    1. Dai Castro says: Responder

      que bom que gostou ♡

Deixe uma resposta