Resenha do Livro: A Casa das Sete Mulheres de Letícia Wierzchowski

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

Imagina qual foi a minha surpresa ao ver no catálogo de lançamentos do Grupo Editorial Record o romance histórico A Casa das Sete Mulheres de Letícia Wierzchowski.

Ainda me lembro do ano de 2003, quando eu, ainda uma jovenzinha, tentava me adaptar ao fato de estudar no período da manhã, e ainda assim tentava me manter acordada até tarde da noite para assistir a alguns episódios da minissérie adaptada pela Rede Globo.

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

Do mesmo sonho que se vivia também se podia morrer.

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

Não fazia ideia até então, que a produção tratava-se de uma adaptação literária. A leitura me causou uma nostalgia bem gostosa, pois, mesmo não conseguindo acompanhar todos os episódios da série, ainda guardava na memória os principais acontecimentos. Foi impossível não imaginar os personagens do livro com a aparência dos atores e atrizes globais, mas acho que isso não atrapalhou em nada a leitura, foi uma experiência gostosa que precisei apreciar aos pouquinhos intercalando a leitura com livros mais leves e fáceis de serem digeridos.

A Casa das Sete Mulheres | Trilogia Farroupilha

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

Sim, sempre os homens se vão, para as suas guerras, para as suas lides, para conquistar novas terras, para abrir os túmulos e enterrar os mortos. As mulheres é que ficam, é que aguardam. Nove meses, uma vida inteira. Arrastando os dias feito móveis velhos, as mulheres aguardam…

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

A Casa das Sete Mulheres conta a história de D. Ana, D. Antônia, Caetana, Rosário, Perpétua, Mariana e Manuela, as parentas de Bento Gonçalves, o líder da Revolução Farroupilha, que confinou na estância da Barra, às margens do rio Camaquã, as mulheres da sua família, enquanto os homens, lutavam pela nova república.

O livro nos conta os amores e desamores das mulheres que aguardavam, numa paciência forçada e angustiante, os desdobramentos dos  combates. Embora os Pampa fosse um verdadeiro refúgio, local onde pudessem estar em segurança e longe dos confrontos, o confinamento com o passar dos anos tornou-se uma verdadeira prisão, onde as notícias demoravam a chegar angustiando as mais velhas pelo destino de seus homens e apertando os corações das mais moças que viam os melhores anos de suas vidas escorrer-lhes entre os dedos.

A narrativa é escrita em terceira e primeira pessoa. Gostei particularmente, das entradas do diário de Manuela, uma das protagonistas, que narrava todo o seu fascínio pelo italiano Giuseppe Garibaldi, homem pelo qual, se apaixonou ainda em sonho e que ao vê-lo todo garboso ao chegar a estância, teve plena certeza, de que se tratava do grande amor da sua vida.

A Escrita de Letícia Wierzchowski

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

A linguagem do livro é um tanto rebuscada, e mistura muitas vezes, algumas peculiaridades do dialeto local. A leitura transcorreu sem grandes problemas para mim, embora o ritmo seja, por vezes, arrastado, algo que não considero um ponto negativo em si, até porque toda a ambientação faz o leitor partilhar da ânsia por novidades que as mulheres da história tanto sonhavam. Nos sentimos parte daquele confinamento sem fim, e isso me fez ficar mais conectada com as personagens e apreciar um pouquinho da força e temores de cada uma delas.

É evidente que o foco da narrativa está nas mulheres da estância, mas a autora não deixa a desejar nas descrições dos desdobramentos da guerra. Estamos frequentemente a par dos acontecimentos, das vitórias e derrotas, dos rebeldes republicanos, sob o comando de Bento Gonçalves. A chamada Guerra dos Farrapos, durou cerca de dez anos, tendo início em 1835 indo até 1845.

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

Havia um céu azul. Agora tudo é negro e sujo e moribundo por um momento, até que a poeira desce e outras vez se descortina o movimento ritmado dos corpos vivos pisando sobre os corpos mortos. E o céu permanece inalterado, o olho de Deus.

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

Uma das personagens que mais me inspirou foi Dona Antônia, com o seu jeito sempre decidido e forte de ser, que muito se assemelhava ao próprio irmão, o líder da revolução. Rosário e o seu relacionamento sobrenatural com Steban, também, acrescenta um ar místico a história, e diga-se de passagem, apreciava e muito, a intuição que muito se fazia presente nas mulheres da estância, aquele tipo de sexto sentido que nunca falha, para o bem ou para o mal.

A Casa das Sete Mulheres é um livro que deve ser sentido. Para mim, funcionou não ter pressa com a leitura, por vezes, deixando-o de lado para encarar outras histórias, sem que isso afetasse o meu envolvimento e interesse.

Resenha de Livro A Casa das Sete Mulheres

Lembrando que o livro faz parte da trilogia Farroupilha lançado pela Bertrand Brasil, tendo como sequência Um farol nos Pampa, encerrando-se com um romance focado no relacionamento de Giuseppe Garibaldi e Anita, em Travessia. Todos eles estão com uma edição bem bonita com uma ilustração de capa que muito chama atenção pelo bom gosto.

Embora não tenha pressa, certamente vou querer acompanhar os outros volumes dessa trilogia. A escrita de Letícia Wierzchowski é capaz de nos transportar para outra época, uma realidade em que o destino das mulheres era esperar, uma espera nem um pouco fácil ou bem-vinda.

Espero que tenham gostado da resenha! E me contem, também acompanhavam a série global? Até mais pessoal!

Classificação do livro: 4 estrelasTítulo: A Casa das Sete Mulheres | ISBN: 8528622045 | Ano: 2017 | Especificações: 462 páginas | Editora: Bertrand Brasil | Comprar: Amazon

Leia Também

22 Comment

  1. Oi Dai

    Acabou que eu não assisiti quase nada dessa minisserie quando passou na Globo.Lembro de ter assistido o primeiro capitulo.
    Eu também não sabia que era uma adaptação literaria até agora.
    Fiquei bem curiosa com o livro Parece ser lindo <3

    Beijos

    1. Dai Castro says: Responder

      Foi uma surpresa pra mim também, mas vale a leitura, a escrita da autora é muito boa!

  2. Oi Dai, tudo bem? Nossa eu só vi a série e só de me lembrar da Manuela cai um cisco aqui no meu olho , confesso rsrsrs eu tenho vontade de ler esse livro, mas sem pressa sabe? Degustando mesmo rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    1. Dai Castro says: Responder

      Melhor personagem hahaha <3 Sim, leia com calma que vai gostar!

  3. O primeiro livro que li da autora foi Sal e eu simplesmente me apaixonei! Ela possui uma escrita poética e envolvente que me cativou demais. Por isso também solicitei A Casa das Sete Mulheres, mas ainda não consegui pegar para lê-lo. Bom saber que preciso ir com calma, porque estou bem curiosa com essa leitura.

    Beijos, Gabi
    http://www.reinodaloucura.com

    1. Dai Castro says: Responder

      Eu gostei bastante da escrita dela, com certeza, quero conhecer outras obras!

  4. nossa que edição mais LINDA!!!! sim, eu tbm lembro que via a serie da globo, sempre quis ler o livro!

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    1. Dai Castro says: Responder

      Foi bem legal relembrar a série <3

  5. Primeiramente: que capa linda! Amei as cores e a ilustração… olhando de longe, faz até parecer ser uma história alegre, ahahaha!
    Eu não assisti o seriado, mas me interessei muito pelo livro. Gosto de livros ambientados em períodos históricos, vou colocar na wishlist <3

    1. Dai Castro says: Responder

      É bem interessante pra gente conhecer os costumes da época, mas de alegre a história não tem nada haha

  6. Nunca tinha ouvido falar deste livro mas como gosto imenso de romances assim com estilo mais de época fiquei logo bastante curiosa. Além disso essa edição é simplesmente maravilhosa. *-*

    Beijinhos

    Buongiorno Principessa – https://miasteixeirapinto.wixsite.com/buongiorno

    1. Dai Castro says: Responder

      Então vai adorar Mia <3

  7. Eu tenho o DVD dessa serie, tamanha é a paixão risos.
    Mas nunca li o livro, me animei com a edição lindinha.

    1. Dai Castro says: Responder

      Sério que você tem o DVD? *__* a edição está muito lindinha mesmo!

  8. É um livro que ainda terei na estante.
    Eu tbm fazia de tudo para me manter acordada e assistir a série pela TV (hahahahahaha).
    Amei essas fotos *_*

    1. Dai Castro says: Responder

      hahaha nostalgico,né? hahaha Que bom que gostou das fotos <3

  9. Gente, que edição linda! Estou encantada <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Está lindíssima mesmo <3

  10. Olá, tudo bom? Eu não vi a série, mas eu acho bom quando já temos em mente a aparência de autores para os personagens, fica mais fácil imaginar.
    Por mais que eu não conheça a série, gostei bastante da premissa do livro.

    Beijos
    Amor Literário

    1. Dai Castro says: Responder

      É verdade, acaba sendo mais fácil de imaginar sim :)

  11. Sabia que tira fotos incríveis?!
    Amei a resenha! Parabéns! Mais amei mais as fotos kkk
    bjo
    http://www.omundodatutty.com

    1. Dai Castro says: Responder

      Ahhh Muito feliz aqui de saber que gostou <3 Obrigada!!

Deixe uma resposta