Chocolat

Como pequenos dois pontos de luz em meio a uma cidade empoeirada e presa a tradições sufocantes, surge a forasteira Vianne (Juliette Binoche), sua filha Anouk (Victoire Thivisol) e o “canguru” imaginário da menina.

O pequeno e pacato vilarejo francês que por tradição seguia a risca os hábitos e dogmas do cristianismo vê-se ganhando vida novamente quando Vianne inaugura a chocolataria da cidade, mas o que poderia ter sido um momento de festividade torna-se na verdade, em um conflito para a sustentação dos velhos costumes de seus habitantes.

Vianne é com certeza uma mulher diferente. Assumidamente ateia, mãe solteira e descendente dos Maias desperta a curiosidade das pessoas e consequentemente a rejeição daqueles que sempre foram condicionados a excluir o que é novo, porém, com pequenos e significativos gestos de bondade e confiança Vianne começa a angariar seus primeiros clientes.

Vianne e Anouk (Chocolat)Vianne e sua filha chegando ao vilarejo.

Temendo perder o controle da situação, o conservador Comte de Reynaud (Alfred Molina), o prefeito da cidade e cidadão exemplo, resolve coagir os habitantes através da manipulação dos sermões da Igreja a fim de alertar para a tentação que eles estariam sendo submetidos.

Os personagens de “Chocolate” transmitem um sentimento de tristeza e desolação. Envolto a rótulos limitantes que os condicionam a abrir mão de seus sonhos para não se afastarem do que é considerado certo pela maioria, passamos a acompanhar as mudanças que se iniciam através do chocolate abordado como um item quase mágico capaz de transformar a vida de uma comunidade inteira.

Chocolate- filme“Chocolaterie Maya”.

O filme possui um clima bem rotineiro e por isso a progressão da história é bem lenta. O grande ponto forte de “Chocolate” é a sensação de otimismo que ele transmite e a dura crítica às tradições que levam seus seguidores a uma atitude de autopunição e disciplina tão rigorosa que não os permitem usufruir dos pequenos prazeres da vida.

“Chocolate” ainda conta com a participação de Johnny Depp como Roux integrante de uma comunidade de navegantes forasteiros, talvez em uma de suas mais modestas atuações sua presença é responsável por conferir um clima de romance ao filme porém, não é muito significativa ao desenvolvimento da história.

Chocolat- Roux (Johnny Depp)Johnny Depp como Roux.

Conseguindo várias indicações ao Oscar, o filme, adaptação do Best-Seller da escritora Joanne Harris é uma história suave permeada por muitas imagens tentadoras capaz de despertar o paladar dos espectadores.

RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT