Vamos ao Cinema? Dunkirk de Christopher Nolan

dunkirk Critica Filme

Já é o último dia de Agosto e por mais que as postagens estejam relativamente em dia por aqui devo dizer que esse mês acabei me afastando um pouquinho da blogosfera de uma maneira geral. Se por um lado eu me senti um tanto saturada e necessitei desse tempo, por outro tive a desculpa de embarcar nas férias do Re e aproveitar para sair da mesmice, fazendo coisas diferentes e por isso, modificando a rotina de postagens, divulgação e outras coisinhas que não envolvem, necessariamente, o blog.

Uma das coisas que fizemos questão de fazer foi ir curtir um cineminha durante a semana, sem pensar muito no trânsito e se o Re conseguiria sair do trabalho no “horário normal” ou chegar a tempo, vindo de São Paulo até São Bernardo. Essa distância e principalmente o trânsito, ás vezes são capazes de acabar com alguns de nossos planinhos de fazer algo diferente durante a semana que consiga mudar um pouco aquela rotina casa – trabalho – casa do Re, além de me permitir sair um pouco de frente do computador.

dunkirk Critica Filme

Deixando esse assunto de lado e falando agora do filme, Dunkirk foi uma sugestão do Re, que é um apaixonado por filmes de guerra e aviação! Eu também gosto bastante da temática e achei que seria uma experiência legal conferir, pela primeira vez, um filme nesse estilo no cinema.

O longa dirigido por Christopher Nolan foi inspirado na Operação Dínamo da Segunda Guerra Mundial quando as tropas dos países Aliados ficaram encurraladas no porto de Dunquerque. O filme oferece uma experiência bem imersiva e nos dá a dimensão da evacuação feita por mar e terra, além das ações tomadas pela aviação, com cenas que nos transportam para cada um desses ambientes.

dunkirk Critica Filme

A trama é dividida em três núcleos: em terra vemos soldados encurralados na praia abatidos e sem esperança, apenas esperando por uma oportunidade de fugir do campo de batalha; no mar acompanhamos o esforço heroico de civis que utilizam as suas embarcações de pesca e lazer para irem em direção a Dunquerque em um ato de resgate, sob a ameaça de submarinos e aviões alemães que dominavam o canal naquela época; e por fim, no ar vemos a batalha dos pilotos da Força Aérea Real que estão sempre em desvantagem e lutam contra o tempo para salvar as embarcações dos ataques nazistas.

Dunkirk – Trailer Legendado

O trabalho sonoro do filme é impressionante e funciona como um espetáculo a parte. Dunkirk não é focado no conflito em si, mas a atmosfera de guerra está presente a todo instante, e a tensão é esmagadora.

Não me lembrava de me sentir tão agoniada e tão apreensiva em um filme de guerra, quanto estive vendo Dunkirk, a obra é bem densa e as sensações são realmente, de terror (destaco aqui as cenas de naufrágio impossíveis de ignorar).

Dunkirk é um filme dirigido magistralmente e que tem uma visão muito mais focada nas pessoas e no desespero, tendo a Guerra como um plano de fundo. Valeu super a pena a experiência! Indico!

Classificação do livro: 4 estrelasTítulo: Dunkirk | Gênero: Drama, Ação | Ano: 2017 | Direção: Christopher Nolan

Leia Também

8 Comment

  1. eu quero dizer que: EU AMOOO ESSE FILME. Quase chorei, as sensações que o diretor conseguiu passar com cada cena, mesmo não sendo um filme cheio de falas, é um filme intenso. E ainda tem o Harry Styles no elenco né hahaha

    1. Dai Castro says: Responder

      Muito Intenso mesmo Jessica, de tirar o fôlego (literalmente)!!!

  2. Dunkirk passa longe da minha preferência de filmes, aliás, se tem um tipo de filme que evito ver são os de guerra, sinto que eles sempre me deixam pra baixo :/
    Porém, tenho ouvido muito falar de Dunkirk e a crítica geral tem sido muito favorável.
    Imagino que as cenas no mar/oceano devem ser as mais agonizantes, socorro!
    Como você falou, a Guerra fica em plano de fundo, o que me animou bem mais de ver o filme.
    Vou dar uma chance!
    Beijos!

    1. Dai Castro says: Responder

      Sei como é esse sentimento após ver um filme de guerra… As cenas nos oceanos são bem tensas, viu?

  3. Eu acho que vi bem poucos filmes de guerra até hoje, não é um dos meus gêneros preferidos. Mas fiquei interessada por você falar que ele foca mais na atmosfera da guerra do que no conflito em si, gosto mais quando é assim.
    Vou ver se consigo assistir! Se não for no cinema mesmo, depois quando sair :)

    Beijos ♡

    1. Dai Castro says: Responder

      Sim sim! Esse é focado mais nas pessoas e na sensação de desespero decorrente da guerra do que no conflito em si! Espero que goste Ju!

  4. Eu ainda não consegui falar sobre o filme lá no blog, mas deixo registrado aqui que eu amei.
    Fiquei aflita em quase todas as cenas e cara que fotografia incrível.

    1. Dai Castro says: Responder

      Nossa! Eu também, fiquei tensa na cadeira do cinema hahahah!

Deixe uma resposta