HQ: Bidu – Caminhos de Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho

BiduCaminhos-ColorindoNuvens

BiduCaminhos-ColorindoNuvens

Bidu – Caminhos abre o segundo ciclo de Graphic Novels MSP. Os responsáveis por recontar a história de Bidu e Franjinha é a dupla de artistas Eduardo Damasceno e Luis Felipe Garrocho de “Achados e perdidos” e “Cosmonauta – Cosmo”.

Diferente dos gibis, a HQ possui um tom mais realista. Somos transportados para a vida de um vira lata que mora num terreno baldio e faz de um carro velho o seu refúgio.

A história é contada em sua maior parte pela perspectiva do cãozinho azul e a dinamicidade das cenas nos revela os caminhos percorridos pelo personagem antes de iniciar o elo de amizade com o garoto aspirante a cientista.

Bidu caminhos

Além de passar seus dias fugindo da carrocinha e de outros perigos das ruas, nos deparamos com muitas brigas e desentendimentos do mundo animal, apesar de possuírem personalidade, Bidu e os outros cãezinhos são retratados de modo mais real, preservando os seus instintos e características naturais de qualquer outro cachorro.

A história possui grande apelo visual, somos instigador a “ler imagens” já que o texto é restrito apenas aos balões falados por seres humanos, como toda a história tem o seu foco central no Bidu, sua comunicação com os outros animais é realizada por meio de símbolos e imagens, um desafio proposto por Sidney Gusman, mas que foi aproveitado de maneira bem criativa pelos autores.

bidu caminhos

É preciso olhar cada quadrinho com muita atenção, pois há muitos detalhes que podem passar despercebido. Através deles, conseguimos interpretar os sentimentos dos personagens analisando as suas feições e também as cores! Essa variação é bem marcante e nos transmite por meio dos tons, desde o sentimento de descontração ao profundo desespero. Na própria capa já temos um belo exemplo disso, ilustrados em tons frios e apagados encontramos um Bidu cabisbaixo perdido no meio da chuva, sem demonstrar a mínima esperança.

bidu caminhos

Vale destacar que apesar de bem rápida há a participação de diversos personagens da Turminha como o Bugu e a própria Mônica. É claro que Franjinha recebe uma atenção especial, e nos apaixonamos com a sua aptidão para invenções e o modo com que foi capaz de identificar um pontinho azul perdido no aglomerado cinza das cidades.

Fiquei bem satisfeita com as ilustrações e com a história simples, porém envolvente retratada em Bidu – Caminhos. Assim como os outros títulos dessa coleção o encadernado manteve o alto nível de qualidade, vale muito a pena conferir! :)

Leia Também

Deixe uma resposta