Livro – O Planeta dos Macacos de Pierre Boulle

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

É difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido falar do Planeta dos Macacos! Há muitos anos atrás eu cheguei a assistir a adaptação produzida em 2001 e mais recentemente a poucos trechos do filme de 2011, mas desconhecia que se tratava de uma obra adaptada do escritor Pierre Boulle, responsável pela criação de um verdadeiro clássico da ficção científica.

Mesmo não lembrando dos detalhes do filme, eu consegui perceber muitas diferenças com a obra original. O livro a meu ver, tem um aspecto mais filosófico e científico, abordando questões existenciais e culturais, além de debater sobre a teoria da evolução, assuntos bem controversos e frequentemente envoltos em polêmicas.

A história se inicia quando um casal de namorados viajando pelo espaço em uma espaçonave privada encontra uma garrafa em que continha um manuscrito assinado pelo jornalista francês Ulysse Mérou, um humano que no ano de 2500 parte numa viagem exploratória na companhia de um ilustre cientista e de seu discípulo.

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

A partir daí a história é contada em primeira pessoa e nos imaginamos ao lado do protagonista diante da maravilhosa sensação da descoberta de um novo planeta o qual nomeiam de Soror. Com características extremamente similares a da Terra os humanos recém chegados logo percebem que o planeta já é habitado, porém, se deparam com uma verdade angustiante, os seres humanos de Soror continuam em seu estado primitivo, agindo como furtivos animais, sem a capacidade de falar ou raciocinar.

Apesar da estrita semelhança com a nossa própria sociedade os papeis de humanos e macacos são invertidos. Assim, Ulysse é capturado como um animal selvagem, preso em cativeiro e estudado pelos símios.

Grande parte do livro relata as abordagens do protagonista em suas tentativas de convencer os macacos de que é um ser pensante, porém, seus esforços são tratados com descrença pelos símios que acreditam que tanto a fala quanto suas atitudes é fruto da capacidade de repetição e não propriamente de um raciocínio lógico.

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

Uma centelha de esperança surge quando Ulysse inicia uma comunicação com a Chimpanzé Zira, que será uma importante aliada do personagem nos desafios que precisará superar a seguir.

Achei extremamente interessante a maneira com que o autor nos insere nessa sociedade tão semelhante a nossa. Há a divisão de raças e hierarquia, assim como o preconceito, uma verdadeira crítica a sociedade da época. Mesmo sendo lançado em 1963, O Planeta dos Macacos ainda é completamente atual, os capítulos são curtos e muito gostosos de se ler, instigando a nossa curiosidade e reflexão sobre diversas questões.

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

Livro Planeta Macacos - Colorindo Nuvens

O que nos diferencia dos outros animais? É a pergunta que paira no ar em cada uma das três partes do livro. Pierre Boulle também fala da alma, do brilho no olhar que falta aos seres humanos irracionais da trama. Como exemplo, temos Nova, uma selvagem com quem Ulysse se envolve enquanto ainda está em cativeiro e é principalmente através de sua observação que temos uma noção detalhada dessa raça de humanos inferior a nossa e a sua capacidade de evolução através de estímulos.

Essa é a segunda obra de ficção científica que leio em pouco tempo. A primeira foi Perdido em Marte que foi capaz de despertar o meu interesse pelo gênero.

O Planeta dos Macacos é uma obra sensacional e essa edição da Editora Aleph está super completa e caprichada, com diversos materiais extras como uma entrevista com Pierre Boulle e um posfácio que ajuda a complementar a obra, discutindo os principais assuntos abordados.

Vocês já leram essa edição do Planeta dos Macacos? Gostaram da obra? Até mais pessoal!

Facebook ♡ Twitter ♡ Instagram ♡ Bloglovin

25 de janeiro de 2016
30 de janeiro de 2016

RELATED POSTS

34 Comments

  1. Responder

    Bianca Martins

    27 de janeiro de 2016

    Nota-se que a obra trás uma temática profunda sobre as facetas da humanindade, que bom que gostou desse segundo contado com a ficção científica. E sim, essa edição é maravilhosa! Beijos

    • Responder

      Dai Castro

      27 de janeiro de 2016

      Consegui refletir bastante com esse livro e essa edição está linda mesmo :) Beijos!

  2. Responder

    Paloma

    27 de janeiro de 2016

    Oláá!
    Primeiro: Essa edição não está menos que maravilhosa né?! Compraria só pela capa hahah
    Suas fotos ficaram lindas, e a resenha está muito boa. Me pareceu que no livro a questão “O que nos diferencia dos animais?” é tratada de maneira mais forte. Fiquei muito interessada, tô pensando em colocar na wishlist hahah (que só cresce).

    Um beeeijo <3

    • Responder

      Dai Castro

      27 de janeiro de 2016

      Minha wishlist literária também só cresce Paloma haha! Fico feliz que tenha gostado do post! :) Beijos!

  3. Responder

    Daniele Vieira

    27 de janeiro de 2016

    Olá,
    Quando eu descobri esse livro eu também achava que era só o filme, e quando descobri o livro fiquei bem curiosa para saber como era a história do livro e saber as diferenças, essas coisas. Achei tão bonita a edição a Aleph, as bordinhas arredondas é um charme >.<

    Seu blog é muito gracinha

    Venha nos conhecer quando puder
    http://poyozodance.blogspot.com.br

    • Responder

      Dai Castro

      27 de janeiro de 2016

      Então, me surpreendi bastante com o livro, achei mais legal que o filme, sem contar que a Aleph arrasou na edição, né? Já estou indo conhecer o seu blog, bjs!

  4. Responder

    Nathalia Andrade

    27 de janeiro de 2016

    Eu não sabia que tinha um livro do Planeta dos Macacos! Assumo que não gosto muito da história, mas amo ficções científicas! Beijos <3

    • Responder

      Dai Castro

      27 de janeiro de 2016

      Ficção científica é muito amor <3 estou gostando cada vez mais do gênero! Beijos!

  5. Responder

    Duds

    27 de janeiro de 2016

    Sempre quis ler este livro. Me parece cheio de metáforas e muito interessante. Adorei a resenha!

    • Responder

      Dai Castro

      27 de janeiro de 2016

      Esse livro me surpreendeu, tomara que te surpreenda também Duds!!

  6. Responder

    Lettícia Gabriella

    28 de janeiro de 2016

    Eu vi os filmes, mas até pouco tempo também não sabia que eram adaptações de uma obra fantástica da ficção científica. E eu simplesmente adoro quando descubro que existem mais livros incríveis que posso ler KKKK Desde a sua resenha de Perdido em Marte estou desejando comprar um exemplar, até porque não vi o filme ainda, e agora mais um livro está entrando para a listinha: Planeta dos macacos! Adorei a resenha <3 Quero ler já! Um beijo : *

    • Responder

      Dai Castro

      28 de janeiro de 2016

      Eu também adoro descobrir livros clássicos que eu não tinha a menor ideia que existiam haha! Melhor ainda é nos surpreender com a história :) Beijos

  7. Responder

    Mari

    28 de janeiro de 2016

    Esse livro me chama a atenção, mas ainda não tive a oportunidade de lê-lo. Acho muito interessante a ideia e como ela é atemporal, podem passar anos e ainda vai abordar tópicos atuais. Nunca assisti o filme, mas tenho uma ideia geral do que se passa e quero assistir também.
    Beijos
    Mari

    • Responder

      Dai Castro

      28 de janeiro de 2016

      Eu o achei super filosofico Mari. E me surpreendi como as ideias abordadas continuam muito atuais! :)

  8. Responder

    Monique

    28 de janeiro de 2016

    Nunca tive muita vontade de ler esse livro. Os filmes meio que me metem medo, e nunca me chamaram atenção hehehe. Mas sua resenha me deixou curiosa, até pareceu interessante a ideia do livro :D

    • Responder

      Dai Castro

      1 de fevereiro de 2016

      A ideia do livro é bem diferente, monique! E não senti medo em momento algum :)

  9. Responder

    Beatriz Cavalcante

    28 de janeiro de 2016

    Eu não curti muito esse gênero mas também não leio muita coisa então acho que falta eu pegar algum livro bom para ler e acabar gostando, haha. Mas eu tenho vontade de ler o planeta dos macacos. Eu vi o livro numa promoção no submarino e agora me arrependi de não ter comprado. Fiquei com medo de ler uma leitura dessas cansativa e difíceis mas você falou que é fácil então já posso colocar na listinha de futuras leituras.

    E gente que edição bonita! <3

    • Responder

      Dai Castro

      30 de janeiro de 2016

      Não é difícil não Bia, é bem tranquilo mesmo! Ah, talvez você tenha escolhido um livro difícil para começar a ler ficção científica, mas acho um gênero muito interessante, vale a pena dar uma segunda chance haha! Beijos!

  10. Responder

    Cíntia de Melo

    28 de janeiro de 2016

    Eu já li esse livro e sou apaixonada por ele, ele é muito mais intenso do que o filme. E me fez pensar em muita coisa =) Já assistiu a série “zoo” tem uma ideia bem parecida hehe

    • Responder

      Dai Castro

      30 de janeiro de 2016

      Concordo Cíntia, a palavra é essa: Intenso!! Não conheço essa série vou ir procurar agora mesmo ^^ Beijos!

  11. Responder

    Ane Reis

    28 de janeiro de 2016

    Oie Dai =)

    Ai está uma obra que nunca me chamou a atenção, tanto os filmes como o livro. Sei lá, simplesmente não sinto aquela curiosidade sabe? Fico feliz em saber que você curtiu a leitura ^^ Quem sabe um dia eu não acabe dando uma chance não é?

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

    • Responder

      Dai Castro

      30 de janeiro de 2016

      É verdade Ane! Eu me surpreendi quem sabe você também não gosta ;) Beijos!

  12. Responder

    Bela

    28 de janeiro de 2016

    Sério, até hoje só vi o filme mais recente. Acredito que a leitura vá me interessar bem mais do que os filmes old school.
    | Sorteio do livro: “Como ter uma vida normal sendo louca” |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

  13. Responder

    Renato"Shinsei"

    29 de janeiro de 2016

    Dizem que o filme (eu não lembro mais, porque era muito pequeno quando vi) transformava essa filosofia “do que nos diferenciaria dos animais” m uma critica mais ferrenha ao racismo. Acho as duas visões interessantes de se refletir.
    Gostou mais desse final ou o do filme antigo ?

    • Responder

      Dai Castro

      30 de janeiro de 2016

      Hum, difícil decidir, mas de maneira geral, achei o livro bem melhor! :)

  14. Responder

    Tamirez

    29 de janeiro de 2016

    Dai, li esse livro no comecinho do ano e gostei bastante. Acho que vi somente a primeira adaptação a muitos anos e nem lembrava direito da história e acho que isso ajudou bastante na leitura.
    E essa edição ficou muito bacana né?

    Beeijo
    Resenhando Sonhos

    • Responder

      Dai Castro

      30 de janeiro de 2016

      Também achei edição linda Tamirez! E eu também não lembrava direito do filme, só alguns trechos principais. Acho que foi melhor assim mesmo haha! :)

  15. Responder

    Vickawaii

    29 de janeiro de 2016

    Gente, a Editora Aleph só publica livros bons! Eu adoro Planeta dos Macacos (mas você tem que ver o filme original, de 1960) e estou querendo ler desde que soube que existia um livro HUASIDHIUA. Sua resenha só despertou meu interesse ainda mais <3 E sobre ficção científica, continue! Recomendo muuuito um autor chamado H.G. Wells, fui ler um dos mais conhecidos (Máquina do Tempo) e acabei lendo uns quatro livros no embalo kkK

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    • Responder

      Dai Castro

      30 de janeiro de 2016

      Não conhecia esse autor!! Vou anotar porque estou adorando ficção científica!!! Quanto a Editora Aleph, ela está arrasando nesses lançamentos mesmo <3 Beijos!

  16. Responder

    Clayci

    30 de janeiro de 2016

    Sempre que eu via alguma resenha desse livro em algum canal ou blog, achava que a capa era dura.. Até eu pegar o livro, fui enganada ahuhauhauhauhau. Ainda vou comprar esta edição linda <3

    • Responder

      Dai Castro

      30 de janeiro de 2016

      HAHAHAHA Engana um pouquinho,né? Mas a edição está linda mesmo assim <3

  17. Responder

    Asphyxia

    5 de março de 2016

    Menina, adorei teu blog! Lindo!
    Eu sou meio suspeita pra falar, porque além de amar sci-fi, sou apaixonada pela editora também. Recebi esse livro e ainda estou pra ler. Confesso que não tive muita vontade por já saber da história e tal. Mas a tua resenha foi muito boa!
    Vou dar uma chance pra ele!
    Beijos
    4sphyxi4

    • Responder

      Dai Castro

      6 de março de 2016

      É um livro incrível!! E não é tão parecido com o filme, o que eu achei ótimo, já que gostei bem mais do livro, espero que você também goste :D

  18. Responder

    Jessica Lara

    12 de março de 2016

    Confesso que nunca li mas adoro histórias intrigantes vou procurar,bjo

LEAVE A COMMENT