O Homem do Castelo Alto: E se Hitler tivesse vencido a Guerra?

The Man High Castle

O Homem do Castelo Alto tem sido a série que mais me causou expectativa nos últimos tempos.

O seriado baseado na distopia de 1962 de Philip K. Dick The Man in the High Castle, nos apresenta a seguinte questão: E se Hitler tivesse vencido a Segunda Guerra Mundial? Apesar de ser uma questão bem importante seguindo o contexto da História eu nunca havia me pegado pensando sobre isso.

Se tem uma palavra que posso resumir a série, essa palavra seria tensão. Cada episódio é construído de modo a nos deixar prendendo a respiração, certo de que algo muito errado está prestes a acontecer.

O Homem do Castelo Alto | A História

The Man High Castle

A trama se passa em 1962, onde Hitler é a figura política mais poderosa de todos os continentes. Nessa realidade a Alemanha e o Japão ganharam a guerra e dominam o que seria os Estados Unidos, país em parte sob o comando do terceiro Reich, outra parte sob o domínio do Japão, tendo ainda, uma área “neutra”. Ambas as potências impõe sua cultura e influências nas regiões em que dominam, uma guerra de poder implícita, o que poderíamos facilmente equiparar a uma Guerra Fria.

Por trás desse contexto político que eu achei interessantíssimo contando com algumas subtramas bem legais, temos um quarteto de protagonistas que se revezam como principais e conseguem mostrar as diferentes realidades que existem nessa sociedade.
The Man High Castle

Juliana Crain (Alexa Davalos) é levada por uma série de fatos a se envolver com os assuntos da Resistência, Frank (Rupert Evans II) é um descendente de Judeu que tenta esconder a sua história e origem das autoridades; o Obergruppenführer John Smith (Rufus Sewell) está no alto escalão de poder do Reich Nazista, já Joe Blacke (Luke Kleintank) tem uma missão um tanto misteriosa e conduta dúbia. Quatro histórias muito bem construídas em trajetórias que acabam se cruzando e rende momentos de grande tensão.

The Man High Castle

No livro de Philip K. Dick um dos objetos centrais da missão é o transporte dos livros de conteúdo misterioso escrito pelo Homem do Castelo Alto, na série são rolos de filme que estão no centro de todos os conflitos. Há uma disputa pela recuperação das películas que mostram um desfecho totalmente diferente da Guerra, ao que parece ser uma realidade alternativa. São nesses questionamentos sobre o que de fato é a realidade que entra o aspecto de ficção científica da obra.

O Homem do Castelo Alto assusta pela semelhança com a nossa realidade, se colocarmos em jogo o famoso “e se…” é perfeitamente aceitável imaginarmos uma sociedade da forma retratada. Uma realidade opressora que segue levando adiante os valores disseminados por um Hitler agora velho e doente. O grande líder nazista funciona muito mais como uma figura onipresente, seus olhos e ouvidos estão espalhados por todos os lados, é preciso sempre pisar em ovos, porém a sua participação ativa é pequena.

The Man of High Castle | Primeira e Segunda Temporada

As duas primeiras temporadas da série são muito boas. É aquele tipo de trama com um cliffhanger atrás do outro o que a torna digna de uma boa maratona.

A terceira temporada foi lançada recentemente e estamos ansiosos por começá-la. O Homem do Castelo Alto é uma série de muita qualidade escondida no serviço ainda fraco de Streaming da Amazon. Super recomendo para os fãs da Segunda Guerra Mundial.

Título: The Man in the High Castle | Gênero: Drama, Ficção científica | Ano: 2015 – atual | Especificações: 3 Temporadas | Streaming: Amazon Prime

RELATED POSTS

4 Comments

  1. Responder

    Váh

    21 de novembro de 2018

    Não sabia desse seriado e nossa, eu também nunca tinha pensado por esse lado, de que se Hitler tivesse ganhado o guerra.
    Que lokooo!!
    Só de ler seu post já deu pra perceber que é uma serie cheia de tensões mesmo… Medinho.

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    • Responder

      Dai Castro

      28 de novembro de 2018

      MUITA hahaha mas é sensacional haha!

  2. Responder

    Clayci Oliveira

    21 de novembro de 2018

    Ahhh que preciso assistir logo <3
    Eu adorei a premissa e é uma pergunta que já me fiz várias vezes, como será que teria sido?
    Adorei sua critica

    • Responder

      Dai Castro

      28 de novembro de 2018

      Acho que é o tipo de série que você vai gostar, viu? :)

LEAVE A COMMENT