Série | Dark: A Questão Não é Onde, Mas Quando? (Netflix)

Resenha de serie opinião Serie Dark Netflix

Uma coisa que me propus para 2018 é diversificar mais os meus momentos de lazer. Vocês bem sabem que eu amo embarcar em uma boa leitura, mas acho que acabei priorizando demais os livros e deixando de lado a oportunidade de conhecer obras de outros meios. Assim são as escolhas e não estou reclamando.

Esses últimos meses do ano, no entanto, tenho dado mais abertura a filmes e séries e já descobri algumas obras bem bacanas como Alias Grace, adaptação do livro de Margareth Atwood e mais recentemente, o seriado alemão Dark, uma obra de mistério e ficção científica sobre viagem no tempo que ameaça dar um verdadeiro nó na nossa cabeça!

Resenha de serie opinião Serie Dark Netflix

Acho que muita gente tem comparado Dark a Stranger Things, mas as semelhanças são bem superficiais: a trama acontece após o desaparecimento de uma criança, o núcleo é composto (também) por um grupo de jovens em uma cidadezinha até então, pacata e há um mistério acontecendo próximo ao terreno de uma empresa (no caso, uma usina nuclear), mas acho que as associações podem parar por aí. Dark traz uma atmosfera mais densa, as relações entre os personagens são baseadas na desconfiança, e cada um deles é parte importante de uma trama maior.

Dark |  A História

Sinopse: Quatro famílias iniciam uma desesperada busca por respostas quando uma criança desaparece e um complexo mistério envolvendo três gerações começa a se revelar.

O ano é 2019 e o plano de fundo é Winder, uma pequena cidade alemã. Os acontecimentos base para a criação do mistério é o suicídio de um pai de família, e uma carta que não deve ser aberta até uma data futura. Em paralelo, vemos crianças desaparecendo sem deixar rastros, mas tudo leva a um mesmo ponto: a caverna localizada próxima a usina nuclear.

A trama já deixa claro a sua principal característica quando afirma que a questão não é Onde estão as crianças, mas Quando!

Resenha de serie opinião Serie Dark Netflix

É difícil definir um protagonista para a história e talvez isso se mostre um ponto negativo para que o espectador se conecte a algum personagem específico. Esse detalhe, no entanto, não chegou a me incomodar, grande parte da minha curiosidade consistia em descobrir os desfechos menores, entender os fatos que aconteceram no passado dos personagens que foram, em algum nível, formadores de caráter para entender e analisar, as decisões tomadas pelos mesmos, no presente e futuro.

Resenha de serie opinião Serie Dark Netflix

Vários personagens nos são apresentados e é um desafio relacionar quem é quem em diferentes linhas do tempo, assim como o parentesco. Mas, essa dúvida gerada, faz parte da ‘graça’ de entender a série, o que exige um pouco de raciocínio e atenção para o entendimento, até que a resposta realmente venha à tona.

Apesar de uma trama complexa, Dark usa a viagem no tempo de maneira tradicional, explicando até didaticamente os elementos da física que possibilita tal raciocínio.

Dark | Trailer

A fotografia e trilha sonora da série funcionam muito bem. Por caminhar em linhas temporais diferentes, achei que o trabalho com figurinos e cenários também foi bem pensado. Um prato cheio pra quem gosta de séries com clima oitentista, por exemplo. Outra dica é assistir no idioma original (se puder sempre assistam legendado gente pfv!), acho que essa foi a primeira obra que assisti em alemão e estou apaixonada!

A minha única reclamação é sobre os rumos que a história toma nos últimos episódios atingindo proporções exageradas tornando tudo muito mais grandioso que inicialmente, correndo o risco de se perder nas próximas temporadas. Bem… não há nada confirmado, mas essa primeira temporada deixa inúmeros pontos soltos e a proposta de seguir um rumo muito mais ousado que o inicial. Torcendo muito para que a Netflix dê continuidade a produção!

E ai, se animaram em assistir ou já maratonaram?

Classificação do livro: 4 estrelas

Título: Dark | Gênero: Drama, Ficção científica, Mistério | Ano: 2017 | Especificações: 1º Temporada, 10 episódios | Produtora: Netflix

Leia Também

16 Comment

  1. Ainda não assisti Dark nem Stranger things..
    São duas series que estão na minha listinha… Espero que em 2018 consiga assistir!

    1. Dai Castro says: Responder

      Super recomendo Emy e espero que goste <3

  2. Eu comecei a assistir, mas infelizmente não consegui me conectar :/ Em outro momento, darei outra chance. Ótimo post, Dai <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Acho que é aquele tipo de série que ou ama ou odeia viu hahaha Se você conseguir dar continuidade depois gostaria de saber a sua opinião! ^^

  3. Assisti os dois primeiros episódios mas a série infelizmente não me pegou :( Fiquei animada por ser uma série alemã, mas infelizmente pra mim foi um tédio :( Mas a produção dela parece ser impecável. Ahhh, vc falou sobre Alias Grace, também assisti os primeiros episódios, mas por outros motivos não continuei…mas vou tentar ir até o fim. bjs
    http://www.blogflorescer.com

    1. Dai Castro says: Responder

      Tem série que realmente não é o nosso tipo, ai acho que nem vale a pena insistir, porque dá aquela sensação de perca de tempo, né?
      Se você decidir continuar depois conta pra gente o que achou!!
      Beijos!!

  4. Eu assisti Dark com a minha mãe, e te falar, já quero a nova temporada. É uma série que te prende e que você precisa prestar muita atenção, se não uma informação importante é perdida e você acaba não entendendo nada. Simplesmente amei!

    Bjs.

    1. Dai Castro says: Responder

      É verdade jéssica! É aquele tipo de série que a gente precisa prestar a atenção em cada detalhe! Estou doida pela próxima temporada também!
      Beijos!

  5. Comecei a assistir Dark no avião indo pra CCXP, mas não deu tempo nem de terminar o primeiro episódio. Porém fiquei bem intrigada!
    Detalhe que assisti sem áudio pq não levei fone de ouvido, então não consegui focar direito nos acontecimentos da série.
    Vou ficar atenta ao fato de existir mais de uma linha temporal, não estava ligada nessa possibilidade!
    Parece que a série foi renovada pra segunda temporada, né?
    Vou arranjar um tempinho pra encaixar ela no meu feriado!
    Beijos!

    1. Dai Castro says: Responder

      Ahhh conta o que achou Ju! Eu gostei bastante e já estou esperando a segunda temporada ansiosamente hahahaha

  6. Tô a fim de assistir essa série, mas vou deixar pra ano que vem…
    Adorei o post, ficou muito legal e cheio de pequenas informações. Fiquei ainda mais curiosa.

    beijos

    1. Dai Castro says: Responder

      Ahh que bom que despertou a sua curiosidade Midian! Um beijo!

  7. Eu to doida pra assistir essa série! Mas quero assistir acompanhada e ainda não consegui convencer o marido ahahaha! Acho que vai acabar ficando pra depois de Black Mirror… depois que eu ver eu volto aqui pra contar o que achei \o/

    1. Dai Castro says: Responder

      E no meu caso sou eu quem estou tentando convencer o meu (namorado, marido, chame como quiser hahahaha) a assistir black mirror, a gente nao curtiu tanto assim a última temporada… :/

  8. Que doido! Tentei assistir o primeiro episódio mas me deu sono por estar tão devagar, só não fazia ideia qual era o propósito da série assim como tu escreveu que dá dó na cabeça, ainda não sei se assisto, quem sabe! Ficou top sua escrita e as imagens :)
    Beijos
    http://www.mandyline.com

    1. Dai Castro says: Responder

      A linguagem da série é meio lenta mesmo Amanda, mas como os fatos vão se enrolando é uma loucura hahaha que bom que gostou! <3 Um beijo!

Deixe uma resposta