Série: Alias Grace | A Adaptação do livro de Margaret Atwood (Netflix)

Resenha série Alias Grace Netflix

Não é de hoje que tenho curiosidade em conhecer os livros da Margaret Atwood. Ainda sem ter um livro da autora em mãos ou ter a possibilidade de assistir a adaptação de O Conto da Aia, foi uma surpresa muito boa ver que a Netflix mexeu os seus pauzinhos e liberou a temporada completa da série Alias Grace adaptação do livro Vulgo Grace da mesma autora.

Essa série me prendeu do início ao fim! A narrativa é construída através dos flashbacks da protagonista, costurada ao momento atual de maneira bem inteligente prendendo o espectador aos fatos e personagens. A trama vai ganhando uma carga dramática e misteriosa conforme chegamos aos episódios finais, criando uma forte expectativa e tensão para chegarmos ao momento crucial, onde descobriremos os detalhes do crime, do qual, a protagonista é acusada.

Alias Grace | A História

Resenha série Alias Grace Netflix

A história se passa no Canadá, no ano de 1843. Grace Marks (Sarah Gadon) já está a mais de 15 anos presa acusada de participar do assassinato do seu patrão Thomas Kinnear (Paul Gross) e da governanta Nancy Montgomery (Anna Paquin). Apesar da história nos deixar bem claro o acontecimento do crime, os detalhes só nos são revelados aos poucos, de uma maneira que sempre nos põem em dúvida sobre a inocência real ou não de Grace.

Para amarrar os flashbacks ao momento presente, acompanhamos a investigação do psiquiatra Dr. Simon Jordan (Edward Holcroft) que tem em mãos a missão de formular um laudo que poderia conceber ou não o perdão a Grace.

Resenha série Alias Grace Netflix

A dinâmica entre presente e passado é feita de uma maneira muito envolvente. É fácil nos projetar no jovem doutor e na sua busca por desvendar os padrões da mente da protagonista. Me senti como se estivesse participando dessas entrevistas, e tentando manter longe da minha análise sobre o caso, o carisma e a capacidade que a personagem tem de nos cativar.

Alias Grace | O papel da mulher na sociedade

Resenha série Alias Grace Netflix

Grace tem uma vida bem sofrível. Desde a chegada da família irlandesa ao Canadá, até o fatídico momento de sua condenação, passa por inúmeros abusos, demonstrando bem o papel das mulheres da época, principalmente as menos favorecidas. Mesmo não sendo uma narradora confiável, já que a personagem decide o melhor jeito de contar a sua versão da história ao psiquiatra, é fácil nos sentirmos tocados pelo sofrimento já enfrentando pela garota, que passou toda a existência a serviço de alguém trabalhando de sol a sol sem quase ou nenhuma perspectiva.

Geralmente histórias de época costumam trazer muitos detalhes da vida em sociedade de determinado período. Acho que, quando bem feitos, o cenário, o figurino e toda a fotografia apresentada é capaz de criar uma imersão na história muito interessante, transmitindo aspectos da nossa sociedade que são muito diferentes do que estamos acostumados, mas que se analisarmos em sua essência continuam bem atuais.

Margaret Atwood já é conhecida por trazer em sua obra discussões sobre a causa feminista, em Alias Grace encontramos inúmero aspectos sendo discutidos, desde diferenças entre classes sociais, até o abismo entre os gêneros em um sociedade patriarcal em que o direito das mulheres eram praticamente nulos.

Confira o Trailer

E se você quer um motivo adicional para conferir a série então não terá mais desculpas. Para escrever o seu romance lançado em 1996 a autora se baseou numa história real! Grace realmente existiu e muitos dos fatos que conferimos durante os  6 episódios da série aconteceram exatamente da mesma forma! Vale a maratona!

Vocês já assistiram ou se interessaram em conhecer? Até mais pessoal!

Classificação do livro: 4 estrelas

Título: Alias Grace | Gênero: Drama, policial | Ano: 2017 | Especificações: 1º Temporada, 6 episódios | Produtora: Netflix

Leia Também

10 Comment

  1. Ahhh eu tbm quero muito conhecer os trabalhos da autora. Eu não li, mas me joguei na adaptação sem medo. Agora fiquei com vontade de ler hauhauihaiuhaiuhauiha <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Simm, preciso me organizar pra conhecer as obras dela também :)

  2. TO DOIDA pra ver essa serie, mas ainda nao consegui um tempinho! eu vi a Handmaid’s tale e tbm li o livro e AMEI ambos, e com certeza ja quero ver essa serie tbm, mt bom ver essa indicação por aqui

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    1. Dai Castro says: Responder

      E eu que estou doida pra ler e assistir o conto da aia *___*

  3. Ainda não assisti, mas parece ser bem interessante :D

    1. Dai Castro says: Responder

      É sim viu! Espero que goste!

  4. Adorei ver a resenha desse seriado por aqui! Porque depois de terminar Mindhunter, eu e meu marido estávamos procurando outra coisa para assistir, mas sem muito sucesso (estamos tentando O Justiceiro, mas tá naquela lentidão, ahahaha). Vou sugerir esse para ele, vamos ver se ele também se interessa <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Comecei o justiceiro também, mas ainda estamos engatinhando nessa serie! Espero que ALias Grace possa agradar vocês! Beijos!!

  5. Não conheço os livros da autora, mas vi essa série na netflix, passei por ela sem da muita atenção, mas agora fiquei curiosa. Quem sabe ja nao seja a tarefa do fds.

    1. Dai Castro says: Responder

      HAHAHA espero que sim *_* depois conta o que achou!!

Deixe uma resposta