Série – Black Mirror e os Efeitos Negativos da Tecnologia em Nossas Vidas

blackmirror-colorindonuvens

blackmirror-colorindonuvens

Esses dias descobri uma excelente série: Black Mirror. A produção britânica chegou a sua terceira temporada e nos traz episódios que tem como principal tema a maneira com que a tecnologia influencia em nossas vidas e em nossas relações interpessoais de maneira negativa.

As primeiras duas temporadas são compostas por 3 episódios cada, e na terceira há apenas o episódio especial de natal. Cada um deles traz um elenco, set de filmagem e até mesmo um universo distinto, porém, todos os contos remetem a um tema central: os efeitos colaterais da tecnologia.

Cada episódio nos apresenta uma proposta diferente, mas nos revela muitas verdades e nos faz refletir sobre o quanto estamos nos deixando levar pelos meios tecnológicos já existente e pelos os que ainda serão criados.

Todas as histórias são bem intensas e inseridas quase sempre num futuro distópico onde a tecnologia já alcançou níveis absurdos de importância em diversos aspectos da vida em sociedade. Os episódios são envoltos em muito mistério, com atuações muito boas e finais impactantes e por que não, pesados.

Falarei um pouquinho sobre cada episódio da primeira e segunda temporada para vocês sentirem como é a atmosfera da série. Podem ficar tranquilos que não há spoilers :)

blackmirror-colorindonuvens02

Primeira Temporada

The National Anthem: O primeiro episódio da série é um dos que eu considero mais pesados e tensos. Nele o primeiro-ministro é chantageado pelos sequestradores de uma princesa, para que cometa um ato imoral ao vivo na TV em troca da libertação da vítima.

Percebemos o poder da opinião pública e manipulação da mídia e quão instantâneo uma notícia pode viralizar nas redes sociais e internet, sendo dessa maneira, impossível de ser abafada. Além do aspecto tecnológico há também uma grande tensão psicológica sobre o protagonista e o destaque para a curiosidade mórbida das pessoas, mesmo em situações extremas.

Fifteen Million Merits: Esse episódio nos apresenta uma sociedade moderna, no qual, todas as pessoas vivem em cubículos, pedalam em bicicletas ergométricas o tempo todo para ganhar os chamados méritos, uma espécie de pontuação virtual usada como uma moeda para comprar ações do dia a dia como alimentação e higiene assim como, melhorias e acessórios para o seu avatar.

Nessa sociedade controlada, todas as pessoas vivem dias extremamente monótonos e repetitivos e a única chance que possuem para mudar de vida é participando de Reality Shows.

The Entire History of You: Já imaginou se tudo o que você faz, vê ou ouve fosse gravado? Nesse episódio todas as pessoas possuem um chip implantado em seu cérebro responsável por gravar todas as suas ações e armazená-las, sendo possível acessá-las a qualquer momento. Achei muito legal esse tema, sendo esse o episódio que mais gostei da primeira temporada!

blackmirror-colorindonuvens01

Segunda Temporada

Be Right Back: O segundo episódio da Segunda temporada aborda um tema difícil: o luto. Na história Martha perde seu namorado de maneira trágica e tem a possibilidade de buscar conforto num serviço tecnológico capaz de rastrear todos os passos da pessoa falecida na Internet para recriar a sua personalidade através da análise de gravações de voz, vídeo, fotos, e-mails, etc.

O tema é bem pesado e o desfecho bem marcante, por mais que a tecnologia possa se aproximar em recriar alguém, sempre faltará a veracidade e calor dos sentimentos e emoções. Meu episódio preferido da temporada!

White Bear: Esse episódio é envolto em muitos mistérios e tem um final surpreendente. Na história acompanhamos Victória, que acorda desnorteada em uma casa que conclui ser sua. Ao andar pelas ruas em busca de algumas respostas se depara com pessoas que parecem zumbis e passam a persegui-la com seus smartphones em mãos.

The Waldo Moment: Nesse conto que faz crítica a politica e corrupção, encontramos Waldo, um personagem de cartoon que se candidata nas eleições e acaba por ganhar diversos admiradores e seguidores por confrontar os candidatos e suas propostas sem receios.

Além da crítica ao sistema político, também conseguimos nos envolver com o drama do protagonista, que é considerado apenas uma voz por trás de um fantoche virtual.

Como vocês devem ter percebido, Black Mirror aborda temas bem polêmicos. Todos os contos possuem muita qualidade e consegue nos prender do início ao fim. O mais legal, sem dúvida, é a inteligência do roteiro e da complexidade dos assuntos abordados.

Para mim concluir a série só falta o episódio de Natal que compõe a terceira temporada. Porém, novos episódios já estão por vir. A Netflix confirmou 12 novos episódios que serão transmitidos pelo Netflix com exclusividade. Já estou ansiosa pela continuidade da série :)

Vocês já conheciam essa produção? Se interessaram pela série? Beijos e até mais!

 Facebook ♡ Twitter ♡ Instagram ♡ Bloglovin

RELATED POSTS

18 Comments

  1. Responder

    Isabelle Lorrayne

    14 de dezembro de 2015

    Oie!
    Eu já tinha ouvido falar dela, mas até então não sabia sobre o que era. O tema me interessou, mesmo achando que não conseguiria assistir. Gostei do assunto do ep 1 da segunda temporada, vou deixar ela anotada aqui!!!
    Adorei a indicação!

    Beijos,
    http://www.notavelleitura.blogspot.com

    • Responder

      Dai Castro

      14 de dezembro de 2015

      Essa série é bem interessante mesmo Isabelle, espero que você consiga assistir ;) Beijos!

  2. Responder

    Ane Reis

    14 de dezembro de 2015

    Oie Dai =)

    Infelizmente estamos nos tornando reféns da tecnologia. Eu mesma final de semana procuro deixar o celular bem longe, para não correr o risco de ficar checando mensagens toda hora.
    Não conhecia a série, mas vou dar uma olhada pois o tema dela é bem interessante.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

    • Responder

      Dai Castro

      14 de dezembro de 2015

      As vezes também faço isso Ane, faz um bem, né? Espero que goste da série! Beijos :)

  3. Responder

    Beatriz Cavalcante

    14 de dezembro de 2015

    Eu sou bem por fora do mundo de séries mas gostei bastante dessa. Se tivesse netflix ia começar a assistir pq eu adoro esse tema. Mesmo amando tecnologia eu acho que a gente está passando muito dos limites. Outro dia eu sai com umas amigas e do lado tinha um casal de namorados que nem se olhavam. Estavam só no celular e quando se falavam era para mostrar alguma coisa ali do celular e eu acho isso muito chato. Deixar de viver a vida para acompanhar feeds no celular. :(

    Também tenho medo de tudo o que a gente faz estar arquivado e de ser tão fácil conseguir informações pessoas das pessoas da internet. Tenho essas neuras de as vezes achar que compartilho coisa demais e fico com medo disso algum dia fazer mal na “vida real”, sabe?

    Enfim, quero assistir essa série. Acho que vou gostar, haha. <3

    • Responder

      Dai Castro

      14 de dezembro de 2015

      Essa cena é bem comum mesmo Bia, também acho chato esse tipo de coisa. A tecnologia é muito boa, mas até certo ponto. As vezes também fico paranóica com relação ao que publico na internet… Espero que goste da série, ela tem alguns episódios bem chocantes, mas se você se interessa pelo assunto abordado, acho que vai gostar! ;) Beijos!

  4. Responder

    Lu Cruz

    15 de dezembro de 2015

    É óbvio que eu só tive tempo de comentar e já corri para o Netflix! Amei a temática e amei mais ainda o fato de ter poucos episódios por temporada! Acho que esse estilo de série não tem enrolações e acabam me atraindo mais! Depois te conto o que achei! Beijos!
    Blog Vintee5 | Canal Vintee5

    • Responder

      Dai Castro

      15 de dezembro de 2015

      HAHAHA que bom que se interessou pelo tema, Lu. Depois você me conta o que achou :) Beijos!

  5. Responder

    Ulalah Mundo

    15 de dezembro de 2015

    Fiquei interessada na série. Vou conferir lá na netflix

    Beijos e até mais,
    Jayane Fereguetti
    https://ulalahmundo.wordpress.com

    • Responder

      Dai Castro

      17 de dezembro de 2015

      Espero que goste!! :)

  6. Responder

    Naylane Sartor

    18 de dezembro de 2015

    Oie! Não conhecia essa serie, mas com certeza deve ser muito boa, e amei o jeito que você resenha elas!
    Bjs, se puder comentar nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/12/resenhas-duplas.html
    E vem participar do nosso CONCURSO CULTURAL DE NATAL, valendo um livro nacional mais kits de marcadores:
    https://www.facebook.com/Resenhasteen/photos/a.550894918273575.141059.520952071267860/1205216932841367/?type=3&theater

    • Responder

      Dai Castro

      20 de dezembro de 2015

      Obrigada Naylane! ;) Vou conhecer o seu blog agora! Beijos!

  7. Responder

    Duds

    19 de dezembro de 2015

    Puxa, não conhecia essa série mesmo! Adoro esses assuntos de mídia e manipulação então vou assistir com certeza! Obrigada pela dica!

    • Responder

      Dai Castro

      20 de dezembro de 2015

      Espero que goste da série! Ela tem alguns momentos bem pesados, mas a crítica é muito boa! Beijos!

  8. Responder

    Amanda Larsen

    20 de dezembro de 2015

    Oii, tudo bem?
    Fiquei curiosa para assistir pelo que falou da tecnologia e outras coisas, pretendo assistir em 2016 se puder, qual é a duração de cada episódio? Adorei a resenha!
    Beijos!
    http://www.mandyline.com

    • Responder

      Dai Castro

      20 de dezembro de 2015

      Olá Amanda!!! cada episódio tem 1hr, se não me engano rsrs! A crítica que a série faz é muito boa, espero que goste!

  9. Responder

    Vanessa

    24 de dezembro de 2015

    Que dica ótima! Vou procurar assistir porque é um tema no qual venho pensado muito. Vejo que a tecnologia pode trazer coisas muito boas e únicas pra nossa vida, mas é preciso tomar um certo cuidado pra nao ser engolido por ela. Eu gosto muito de aproveitar a vida real, adoro natureza, por exemplo, mas sinto que é tao fácil sentar na frente do computador e deixar o dia passar sem ter feito nada importante. Outra coisa, hoje em dia eu noto que muitas pessoas filmam tudo que está aconecendo de interessante no ambiente, elas vêem a vida real, ali na frente dela, só por uma tela!

    • Responder

      Dai Castro

      27 de dezembro de 2015

      A tecnologia é maravilhosa por um lado, mas é preciso ter muito cuidado para não exagerar e acabar passando mais tempo no mundo virtual do que no mundo real. Espero que goste da série, ela é bem pesada em alguns momentos mas a crítica é ótima.

LEAVE A COMMENT