Overthinking ou como nossos pensamentos podem nos paralisar

Como Lidar EXCESSO DE PENSAMENTOS overthinking

Esses dias lendo um artigo sobre overthinking (ou pensamento excessivo) me deparei com um tópico que chamou a minha atenção. 

O próprio autor do estudo definiu esse fluxo contínuo e desenfreado de pensamentos como algo do tipo:

Quanto mais você pensa sobre isso, mais você estraga tudo.

Ele estava se referindo a paralisia causada pela análise ou pensamento. Essa constatação fez muito sentido pra mim, e acho que todo mundo que também sofre com o excesso de pensamento, que acaba nos levando ao esgotamento mental, também irá concordar que essa frase resume muito bem o que acontece com a nossa mente. 

Eu já passei por situações de estar com tantas (tantas) ideias na cabeça antes de dormir que no dia seguinte,  já acordava totalmente exausta e sem inspiração ou condição de fazer nada. 

Nem preciso dizer que muitas dessas ideias foram parar no limbo, outras realmente consegui colocar em prática, mas o fato é que o excesso de pensamento muitas vezes nos tira dos trilhos, acabando temporariamente com a nossa criatividade e inspiração.

ilustrações por Maori Sakai

Parando de esmiuçar situações passadas

Aprendi nesses últimos anos a frear na minha mente o hábito de esmiuçar as situações passadas. Muitas vezes, esse fluxo repentino de pensamento se apoderava de mim, tomando uma forma crítica e controladora que tinha a necessidade de reviver na minha mente tudo o que eu deveria ter feito em determinado momento do meu dia, surgindo também como a necessidade de me certificar de que não havia feito ou falado nada inapropriado.

Isso costumava acontecer em praticamente todas as situações, fosse em algo importante e decisivo como uma entrevista de emprego ou uma apresentação formal, ou algo totalmente corriqueiro como uma conversa despretensiosa com um vizinho qualquer ou uma amiga.

Acredito que esse aspecto faz parte de uma mente ansiosa e controladora, tenho por mim que o meu progresso nessa parte tenha se dado, muito provavelmente, por estar tratando desde então a ansiedade e fazendo acompanhamento periódico.

Acho importante não nos apegarmos ao perfeccionismo ou a necessidade de controlar e prever tudo. Isso vale desde para algo importante como um projeto ou um objetivo específico, mas também para coisas simples do dia a dia.

Aquela frase que está virado clichê de sermos a nossa melhor versão tem sim muito sentido para mim, mas a nossa evolução acontece aos poucos, com muito trabalho e dedicação.

Estou valorizando bastante a ideia de ir fazendo ajustes pelo caminho e não me apegar a perfeição (que a gente sabe, trata-se de uma ilusão).

Acho que a nossa mente precisa de espaço para trabalhar e criar. Ter uma ação mais consciente sobre os rumos dos nossos pensamentos é um treino que tem valido a pena, pelo menos, acho que agora me sinto um pouco mais tranquila e menos neurótica.

Espero que essa reflexão tenha feito sentido, pessoal. Acho legal trazer esses temas também aqui para o blog já que é algo que tenho feito lá no meu Instagram.

Vou ficando por aqui, até a próxima.

RELATED POSTS

6 Comments

  1. Responder

    Tay Ribeiro

    3 de dezembro de 2019

    A pior prisão é a nossa mente, já que não conseguimos controlar- lá. É tão ruim quando queremos só deitar e descansar e somos bombardeados por pensamentos desenfreados.
    Amei a reflexão
    Beijos

    • Responder

      Dai Castro

      5 de dezembro de 2019

      Nossa totalmente Tay, a gente vai aprendendo a lidar com ela e isso melhora muito a nossa saúde mental, né?

  2. Responder

    Claudia Hi

    4 de dezembro de 2019

    Nossa Dai adorei seu texto! E esse tema caiu como uma luva na minha vida. Esses últimos meses eu andava muito estressada, tentando me alinhar a produzir um conteúdo perfeito, até que nesse final de semana caiu a minha ficha, e eu percebi que eu deveria produzir simplesmente porque eu gosto. Não pra agradar os outros e ser perfeita. E olha, só esse pensamento parece que caiu um prédio das minhas costas rs

    Um tema super válido pra vida de todo mundo!

    • Responder

      Dai Castro

      5 de dezembro de 2019

      Essa ilusão do perfeccionismo sempre faz a gente se sentir a pior das criaturas, né?
      É um tema que eu sempre tento refletir pra ir melhorando, já que é uma das grandes questões existenciais que sempre me incomoda.

  3. Responder

    Babi Bueno

    4 de dezembro de 2019

    Oi Daí.
    Eu entendo sobre isso de pensamento excessivo .Mas sabe que aos poucos desde que eu comecei a meditação eu senti que estou lidando melhor com as coisas a minha volta.
    Não que do nada eu comece a ficar com o pensamento a 1000 por alguma coisa que está acontecendo corriqueira ou não,Mas percebo que as vezes consigo evitar essa corrente ,respirando fundo.E também que era ocorrendo menos.

    Concordo contigo, sempre devemos buscar a nossa melhor versão e isso é um processo lento e contínuo.
    Estou buscando isso para minha vida ,para me tornar uma pessoa melhor para mim mesma e consequentemente as pessoas a minha volta

    Amei a reflexão
    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    • Responder

      Dai Castro

      5 de dezembro de 2019

      É tão bom ver isso melhorando, né? Essa é com certeza uma questão que nos limita muito, ainda mais se não fizermos nada a respeito.
      Acho que tudo é questão de treino e essas questões mentais também entram nesse pacote.
      Um beijo

LEAVE A COMMENT