Até bem pouco tempo atrás, quadrinhos pra mim limitava-se apenas a “Turma da Mônica” e outros títulos semelhantes como por exemplo Luluzinha.

Sendo assim, sempre que posto algo sobre HQs minha opinião é baseada nas percepções de alguém que pouco teve contato com os quadrinhos de Super- Heróis. É verdade que só recentemente fui inserida nesse mundo de aventuras de personagens clássicos e mundialmente famosos, mas devo admitir que estou cada vez mais entusiasmada com a ideia.

Sendo assim, vamos a minha opnião sobre o primeiro volume de Spider Man Noir.

A história possui muita densidade pois relata o Estados Unidos ainda se recuperando do impacto da crise de 1929. Nessa versão, que se passa durante o período da Grande Depressão, Peter Parker é um jovem que ao lado da tia May procura ajudar os cidadãos comuns que estão a margem da sociedade.
Discursos inflamados são ditos a favor dos pobres e isso despertou a atenção de autoridades corruptas, levando ao assassinato do Tio Ben, pelo temível Duende.

A corrupção e a desigualdade social é praticamente o grande foco desse volume e Peter conhece o quanto a sociedade está contaminada, acompanhando Urich em suas coberturas jornalisticas. O jovem ganha poderes de aracnídeo de maneira diferente, envolta por misticismo e dessa vez o personagem também maneja arma de fogo.

A história é muito boa, a trama é envolvente e sombria, sendo violento mas na medida certa.
Eu achei a história super completa, detalhada e bem estruturada, praticamente me senti lendo um roteiro de um filme que possui sua trama muito bem amarrada e desperta a atenção e gera bastante expectativa.

Esse encadernado é uma aventura completa da série Homem Aranha Noir e é distribuída pela Panini Books. ;)

29 de julho de 2012

RELATED POSTS

1 Comment

  1. Responder

    vitinhoHUNTER

    12 de outubro de 2013

    nao é atoa que esse saty é o meu preferido

Leave a Reply to vitinhoHUNTER / Cancel Reply