O Fabuloso Destino de Amélie Poulain: O Filme da Minha Vida

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

É maravilhoso quando passamos a apreciar um filme em todos os seus aspectos. Nunca me importei em assistir novamente as minhas obras preferidas, acho que cada vez que apertamos o play, conseguimos captar alguns detalhes que só reforçam a nossa admiração.

Já mencionei aqui no blog algumas vezes que O Fabuloso Destino de Amélie Poulain é um dos meus filmes favoritos! Finalmente resolvi apreciar, mais uma vez, essa produção francesa e reafirmar a conexão que senti desde a primeira vez que o vi.

Imagino que talvez você esteja se perguntando porque eu nunca havia feito um post dedicado exclusivamente ao assunto. Eu me fiz essas perguntas várias vezes, mas simplesmente não me sentia preparada e tinha certeza, de que nada que eu escrevesse seria suficiente para expressar a importância desse filme para mim.

 O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Talvez a fase de autoconhecimento, pela qual, estou passando tenha sido essencial para chegar a essa decisão. Percebi, mais uma vez, o quanto eu me identifico com a personagem de Audrey Tatou e como a mensagem transmitida nas entrelinhas do filme, é capaz de nos tocar.

Após a descoberta de uma caixinha cheia de brinquedos e lembranças no banheiro de seu apartamento, Amélie promete para si mesmo que irá encontrar o antigo dono para lhe devolver o objeto. Ao observar a grande emoção que a sua atitude causou, a protagonista passa a acreditar que pode salvar o mundo, ou pelo menos, melhorar a realidade das pessoas a sua volta, com aquele seu famoso jeitinho, no mínimo, peculiar de ajeitar as coisas. Mas, ela acaba se esquecendo do mais importante: cuidar de si mesma.

frase O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Acho que passei tempo demais vivendo por essa linha de pensamento e agora, as duras penas, estou buscando encontrar um equilíbrio mais saudável com relação a isso. É realmente difícil admitir que somos impotentes em diversos aspectos da vida, principalmente no que se refere a vida de terceiros, mesmo que se trate de pessoas próximas que inevitavelmente nos importamos.

Antes de olharmos para fora é preciso consertar tudo o que está bagunçado por dentro, afinal, de que adianta querer salvar o mundo e se esquecer de nós mesmos?

Outro aspecto muito inspirador da obra é a valorização de pequenos momentos de felicidade. Coisas simples que possam melhorar o nosso dia como mergulhar a mão em um saco cheio de grãos, quebrar a casquinha do Crème brûlée e tantas outras peculiaridades da nossa querida Amélie!

 O Fabuloso Destino de Amélie PoulainOs pequenos prazeres da vida: morangos gelados e docinhos <3

Às vezes, me pego imaginando o quão no automático estamos seguindo, deixando de vivenciar momentos de felicidade simples e genuína. Amar a si próprio também é uma maneira de permitir-se aproveitar esse tipo de situação cotidiana, vivendo de maneira completa, aproveitando os pequenos prazeres da vida.

Para mim, esses aspectos já são suficientemente fortes para deixar O Fabuloso Destino de Amélie Poulain no to topo da minha listinha de filmes amados, mas, não posso deixar de mencionar a linguagem inteligente do filme, a sua fotografia vintage, paleta de cor e trilha sonora tão encantadora.

Então, minha querida Amélie, você não tem ossos de vidro. Pode suportar os baques da vida. Se deixar passar essa chance, com o tempo seu coração ficará tão seco e quebradiço quanto meu esqueleto.

Não é raro o álbum de Yann Tiersen embalar os meus dias, por já ser apaixonada por cada uma das faixas do CD, escutá-las junto as cenas deu um significado ainda mais especial as principais passagens!

As duas citações que ilustram esse post são as minhas favoritas. Espero que elas consigam te inspirar tanto quanto a mim! Até mais pessoal! Beijos :)

FacebookTwitterInstagramBloglovin

Leia Também

17 Comment

  1. Eu acho que vc tem muito de Amelie, Dai! hahahah sério..
    Eu gosto muito da fotografia e da trilha sonora do filme.
    Conheci na faculdade de fotografia e tivemos que fazer um trabalho sobre ele.. e olha não foi fácil,, Descobrimos várias curiosidades e intenções do diretor nas cores usadas..

    <3

    1. Dai Castro says: Responder

      Sou apaixonada pelas cores e fotografia do filme de uma maneira geral! Que demais estudar todas as características do filme <3 Amei!

  2. Nossa, você disse tudo.

    Ele é também um dos filmes que está em meu top 5. E quando o assisti a primeira vez, a forma que me tocou e que pareceu condizente com a minha realidade, foi absurda.
    Hoje, todas as vezes que preciso lembrar do bem ao próximo, dos pequenos prazeres da vida, e de que devo me amar de uma maneira saudável é esse filme que assisto para me lembrar.
    Um dos filmes mais lindos e significativos que já assisti. =)

    http://tpminterrompida.com.br/

    1. Dai Castro says: Responder

      Esse filme é uma inspiração para muita gente, né? Eu me apaixonei desde a primeira vez que o vi <3

  3. Eu nunca vi esse filme mas é um dos favoritos de uma das minhas melhores amigas. Este post deixou-me com ainda mais vontade de ir assistir. Parece um óptimo filme para uma tarde de domingo passada em casa. Talvez faça disso o meu plano para amanhã. :)
    Bom fim-de-semana.

    Beijinhos

    1. Dai Castro says: Responder

      É uma ótima maneira de aproveitar uma tarde de domingo Mia! Espero que goste tanto quanto nós haha Beijos!

  4. Eu amo esse filme com todas as minhas forças! E me identifico tanto com a Amelie. <3 Recentemente está rolando um desafio em se descrever com três personagens, e com certeza uma delas foi Amelie. Faz muito tempo que assisti, em 2011, mas todo ano tiro um tempo para rever e perceber novas impressões sobre o filme.
    Estou apaixonada nas suas fotos, hein? Uma mais linda que a outra. Ilustraram muito bem o post.
    Um beijo! <3
    http://www.janeladesorrisos.com

    1. Dai Castro says: Responder

      Acho que vi esse desafio, você escolheu hermione e amélie, não foi? Seria justamente duas das minhas escolhas também! A Amélie é uma personagem apaixonante, né? Fico feliz que tenha gostado das fotos, obrigadaaa <3

  5. Esse filme é realmente maravilhoso <3 estou até pensando em assistir de novo :) até porque eu estou estudando francês, então vou assistir ainda muitas e muitas vezes haha
    A torre Eiffel do lado da foto dela no celular caiu certinho :)

    Bjão :*
    Post novo: Momentos de timidez do cotidiano
    Blog:ShyandBrave

    1. Dai Castro says: Responder

      Vai te ajudar bastante em suas aulas de francês, além de te deixar inspirada, acho uma combinação perfeita :) Beijos!!

  6. Nunca assisti a esse filme, acredita? :x E você não é a primeira pessoa que vejo que diz que Amelie Poulain é o filme favorita da vida! Acho que estou perdendo algo… É melhor correr para ver logo e entender porque tanta gente gosta desse filme! (apesar de ter conseguido perceber o motivo de você gostar! Pelo que entendi você é quase que a personagem principal hehe :D)

    Beijo! ♥

    1. Dai Castro says: Responder

      Assiste sim Dani <3 A Amélie é muito inspiradora, o filme como um todo também é! Espero que ele também possa te marcar!! Beijos!

  7. Adoro esse filme! ♥

  8. Eu nunca assisti esse filme mas sempre vi imagens e acho tudo muito bonitinho. Principalmente a cena das frutinhas no dedo. É tão fofo!

    Já que eu fiz uma listinha de lugares para conhecer em SP to fazendo uma de filmes também. Sério, eu sou muito ruim quando o assunto é filme mas agora eu tô assistindo bem mais que antes. Vou colocar esse na listinha porque faz MUITO tempo que eu quero ver e vou deixando pra depois.

    Eu também sou muito assim de querer abraçar o mundo e resolver coisas que nem dependem de mim então acho que vou acabar gostando e me identificando.

    Amei esse post mais pessoal e espero que esteja conseguindo entrar de novo num equilíbrio. <3

    Beijos!

    1. Dai Castro says: Responder

      Que bom que gostou do post Bia :) Eu espero que você goste do filme tanto quanto eu! É bom a gente fazer uma listinha das coisas que sempre adiamos, preciso seguir o seu exemplo também!! <3 Beijos!

  9. Eu vi esse filme há alguns anos e acredita que eu não lembro de nada? :(
    Mas seu post me deixou morrendo de vontade de assistir novamente. Parece bastante reflexivo e inspirador, assim como a última citação que você colocou :)
    Gostei muito do que você escreveu!
    E as fotos tão muito amorzinhos <3

    Beijos!

    1. Dai Castro says: Responder

      Obrigada Ju! Esse filme é uma das minhas inspirações da vida <3 Espero que goste ao assistir novamente!!! Beijos!

Deixe uma resposta